Críticas

Crítica: ‘Evocando Espíritos’

Mais um filme de Espíritos e vamos lá !

‘The Haunting in Connecticut’ é um Suspense Sobrenatural baseado em fatos reais que conta a história de uma família que passa a ser atormentada por espíritos em uma velha casa na cidade de Connecticut, nos EUA. O filho mais velho da família Campbell possui Câncer e necessita ser tratado em uma clínica da nova cidade, por isso toda a família se muda junto ao rapaz na tentativa de ajudá-lo a se recuperar.

https://i2.wp.com/download.imagemfilmes.com.br/resources/capas/103739_000_g.jpg

O jovem se mostra desde o início diferente dos demais, possui certas capacidades (vê fantasmas e vultos) que os outros familiares demoram muito para começarem a perceber. Quase dado como louco, Matt começa a ter sensações cada vez mais marcantes da presença de espíritos em sua casa, que antes fora um Centro Espírita a fim de evocar os mortos e fazer contato com seus familiares.

A história é boa, não cansa, abordada de uma temática já vista, mas mesmo assim é envolvente e assustadora. Sustos? Ah sim! Tem e muitos.. e os filmes de terror pecam bastante nos sustos pela falta de originalidade, neste não é diferente. A cena começa, vultos, som alto, o cinema todo treme, ficamos atentos à tela e vemos uma assombração ou fantasma, levamos aquele susto e então o personagem acorda de um sonho, ou se dá conta de que aquilo era uma alucinação. Enfim, os momentos de sustos reais, que não foram forçados por alucinações ou cenas mantidas apenas para este propósito são poucos, mas chegam a dar um calafrio.

https://i1.wp.com/download.imagemfilmes.com.br/resources/fotos/103739_004_g.jpg

A pensar que a história se baseia em algo verídico, deixa tudo mais suspeito e intrigante. É claro que quando temos a palavra ‘baseado’ em um filme, não quer dizer que a história foi exatamente àquela contada, mas sim teve aspectos que foram utilizados nas filmagens. O filme tem uma edição de som incrível, um excelente som na verdade para quem gosta. As cenas finais e a trama que a envolve deixa o expectador bem ligado ao filme, e nada de muita embromação, só um pouquinho (é claro!).

Está para ser lançado um filme de Terror que supere todas as expectativas, que quase chege à unanimidade de opiniões a respeito de sua qualidade. ‘Evoncando Espíritos’, distribuído pela Imagem Filmes nos Cinemas e em Breve em DVD não traz nada diferente de tudo que já vimos, apenas alguns elementos e cenas ainda não exploradas por outros filmes do mesmo gênero, que parecem ter sido esquecidas em uma gaveta empoeirada e que agora teve uma parte descoberta. O filme teve US$ 23 milhões arrecadados em seus três primeiros dias de exibição nos Estados Unidos, a produção foi exibida em 2.732 salas de cinema com uma média de US$ 8.422 por sala, números que ressaltam ainda mais o potencial deste lançamento que superou as expectativas da produtora Norte-Americana.

Em miúdos, o filme é Muito Bom, mas como me conhecem, quando o filme é espetacular, a crítica acompanha até um tom avermelhado e em Negrito. rs..

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica: ‘O Menino do Pijama Listrado’

27 03 2009

Alguns já sabem, mas para aqueles que ainda não tem conhecimento, eu sou um fanático por filmes de tragédia. Não é atoa que ‘Crash – No Limite’, ‘O Custo da Coragem’, ‘O Presente’, ‘Banquete do Amor’ e alguns outros que não me vem á memória fazem parte da minha lista de preferidos. Agora, ‘O Menino do pijama Listrado’ também entra para o time.

https://i2.wp.com/www.adorocinema.com/filmes/menino-do-pijama-listrado/menino-do-pijama-listrado-poster01.jpg

Centrado no período do Holocausto, o filme conta a história do garotinho Bruno, filho de um alto comandante do exército Alemão, que tem de se mudar com sua irmã e sua mãe para uma nova casa, longe da escola e dos amigos. O garoto chega a seu novo lar, em Berlin, e se vê no meio do nada, um lugar onde não há garotos de sua idade, não há escola e muito menos liberdade.

O jovenzinho de 8 anos de idade mal sabe que faz parte históricamente de um grande ato que permeia os livros de História de todo o mundo. Para ele, o trabalho de seu pai, cujo ela pensa ser apenas um soldado, visa ajudar as pessoas. A inocência do garoto atrelada à grande contrariedade de sua mãe aos ideais revolucionários de Hitler dão uma característica explêndida ao filme. Vemos o Holocausto de um outro ângulo, e é justamente por isso que o filme se torna tão interessante.

https://i0.wp.com/www.ramasscreen.com/wp-content/uploads/2008/11/striped2.jpg

Aqui não se fala dos bandidos, e também não se aplica julgamentos à Judeus e ao Estado, inocentando ou culpando um dos dois grupos, mas temos a figura de um garoto totalmente leigo de qualquer senso crítico sobre a sociedade em que vive, e até mesmo de onde mora.

Certo dia, Bruno entediado com a vida de não se fazer nada, vai buscar novos espaços para poder se divertir, tal como fazia em sua antiga cidade, e então, já longe de sua casa, se depara com um campod e concentração de Judeus, separado por uma cerca gigantesca. O garoto encontra ali, alguém que para ele se assemelha muito à sua condição por também ser criança, contudo para seu pai e os Nazistas, os dois garotos são de naturezas diferentes. Esta distinção de idéias, é outro ponto marcante do filme.

O jovem Bruno, no decorrer do filme vai ganhando mais notoriedade, e deixa de ser o garoto mimado com cabelo de boi-lambeu que tem educação rígida. O menino se pergunta várias vezes o porquê de tudo, característico de qualquer pessoa de sua idade, e com isso, sem ter explicações sobre o que era a chamada ‘fazenda’ para ele, que seria na verdade o campo de concentração, ele não se intimida a se relacionar com o jovem prisioneiro do outro lado da cerca. Os dois passam a conversar todos os dias, e a se conhecer melhor.

https://i2.wp.com/media.timeoutkids.com/resizeImage/htdocs/export_images/37/37.web.boyinthestripedpajam.jpg

Interessantíssimo a cena, quase aos 35 minutos de filme, em que o solitário Bruno, quando vê Shmuel (acredite! É o nome do garoto judeu) do outro lado da cerca e indaga: “Não é justo, eu ficar preso aqui sozinho, enquanto você está aí, brincando com seus amigos o dia todo”.

Após a cena, o cinema inteiro solta um enorme e alto: “Nooooosssa!” sem dó. A platéia fica louca ao testemunhar tal alegação e ver como a inocência no garoto pode no futuro, ser um grande problema para seu pai.

Isto logo em meados do filme já podemos prever, alguma coisa vai acontecer, mas o quê? Bom, não vou estragar o prazer de ninguém, aliás, ‘prazer’ não, pois muitos não gostaram do fim do filme, mas eu adorei, é simplesmente o melhor desfecho que a trama poderia oferecer, tanto á nós, quanto ao próprio pai do jovem Bruno. O desfecho do filme deixou muitos revoltados, tristes e de certa forma tocados pelo que viram.

Uma história linda, pura, muitíssimo bem narrada e adaptada para as telonas. O DVD do filme será também distribuídora pela Disney, e custará altos R$115,40, com entrega prevista para o dia 10 de Junho. Mesmo assim, é uma excelente, recomendável e Indispensável aquisição. Uma obra-prima que, nos dias de hoje, com tantas monstruosidades que estamos ‘acostumados’ a ver e presenciar, se torna uma aula de boas maneiras.

SINOPSE

Bruno tem oito anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os Judeus. Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. “O Menino do Pijama Listrado” é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho originalExcepcional.

Crítica: ‘Dúvida’

27 03 2009

Doubt, o mais novo filme de uma das melhores atrizes de Hollywood, Mery Streep chega às locadoras no dia 10 de Junho, e com 4 Indicações ao Oscar na bagagem, se tornou mais grandioso do que deveria ser.

http://titadixit.files.wordpress.com/2009/02/doubt_movie_poster_playing.jpg?w=280&h=438

O filme mostra a trajetória de Padre Flynn (do excelente Philip Seymour Hoffman), que é colocado sob fortes acusações pela Irmã Aloysius (Meryl Streep) de molestar o único e mais novo garoto negro de uma escola ligada a uma paróquia no Bronx.

O título certamente não agradará á Gregos e Troianos, pois se assemelha bastante à uma peça de Teatro, com diálogos longos, cenas extensas, Trilha Instrumental. A história do filme é basicamente centrada no garoto Donald, que passa por problemas familiares. O garoto, supostamente tem envolvimento sexual com Padre Flynn, que nega incasavelmente as acusações.

A interpretação de Meryl Streep e Philip Seymour Hoffman são impecáveis. A atriz, como sempre faz bem em papéis malvados, transpaça ao expectador o ódio, o vício pela boa conduta e preceitos morais, e corta pela raíz qualquer indício de Educação que fuja os interesses da Igreja e do bom Comportamento Humano. Já Padre Flynn, é mais subjulgado pela personagem de Meryl por ter um comportamento um tanto quanto contrário ao dela. O filme, que se passa na década de 60, mostra claramente o ensino rígido de entidades eclesiásticas, que ferem so preceitos morais de uma classe libertária e da sociedade que vive nos EUA até então. Fere? Sim, pois a Educação Católica daquele tempo não formava o jovem para o conhecimento pleno da razão, do conhecimento crítico e filosófico, apenas para o bom entendimento da vida cívica através da oratória.

https://i0.wp.com/www.todayfm.com/Images/doubt-streep_l.jpg

Padre Flynn, é mostrado como uma boa figura, um pai sem poder ser um. O homem que acolhe e dá atenção ao menino desamparado psicologicamente e mal tratado dentro de sua própria casa, deixa indícios de ter relações maliciosas com o garoto, por motivos apresentados ao decorrer do longa. É interessante vermos o posicionamento do indivíduo perante à dúvida, a qual se remete o título do fil

me. A dúvida de saber se tal ao tem fundamento ou não fica longe de ser o plano de fundo do filme, mas os preceitos morais, o ódio e a consumação obscura do posicionamento autoritário frente à entidades ligadas à Educação de jovens, nos mostra o quão forte pode ser a pessoa que detêm poderes, se poder detê-los.

‘Dúvida’ é uma palavra abrangente, mas no filme vai sendo moldada até que no fim, temos o pleno conhecimento de sua aplicação na história. Certamente é um grande filme, e deve levar consigo grandes méritos.

O DVD será distribuído pela Disney, custará os elevados R$115,40 e tem data prevista de entrega para o dia 10 de Junho.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica: ‘Noivas em Guerra’

22 03 2009

Se lembram de ‘Vestida para Casar’ e seu sucesso nas lojas ? Pois é, mais um filme vem aí e promete ser sucesso de locações, pelo menos a primeira vista.

O novo filme de Anne Hathaway e Kate Hudson é  engraçado sim, leve, daqueles títulos que são perfeitos ao se assistir num domingo nublado. Pois é, tudo isso demonstra que o filme não é lá essas coisas, mas consegue arrancar algumas risadas e mexer com o coraçãozinho das apaixonadas de plantão.

Clique AQUI para assistir o trailer Legendado do filme

O filme recorre à alguns erros que o cinema nunca deixou para trás, coisas bizarras que loucamente são vistas no cotidiano ou que até caberíam dentro de uma história entre duas grandes amigas tendo suas divergências. Mas algumas das ‘deixas’ do filme passam despercebidas aos olhos menos atentos. A briga de duas inseparáveis mulheres/crianças que sonham em se casar no mesmo local, começa a esquentar quando um erro na marcação das datas faz seus casamentos coincidirem no mesmo dia, e no mesmo lugar, o que as fará brigar incansavelmente até que uma desista e abra  mão de ter seu sonho realizado, e deixe a ‘rival?’ fazer os votos do matrimônio no Hotel Plaza, em Nova York.

‘Noivas em Guerra’ é um título comercial, com uma capinha bonitinha e certamente fará sucesso entre as adolescentes e ao público fã de Comédias Românticas.

Tamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica: The Reader – O Leitor

17 03 2009

“The Reader” é merecedor de muitos elogios.

O filme é tão grande, tão bonito, leve e ao mesmo tempo denso. A história é mostrada de tal forma que ficamos vidrados à tela o tempo todo, nem comer pipoca, nem beber o refrigerante, muito menos sair da sala para ir ao banheiro. Não! “O Leitor”, com Kate Winslet prende, tortura o expectador até a última cena, com uma história de amor impressionante.


https://i1.wp.com/www.opovo.com.br/hotsite/oscar2009/imagens/fotos/o_leitor.jpg

Não é atoa que Winslet ganhou o Oscar de Melhor Atriz, seu papel de mulher machão, se assim posso dizer, ganhou destaque dentre todos os outros filmes do ano. As características da personagem são tão evidenciadas, que mal a relacionamos com seus outros papéis, fato que sempre acontece com outros atores. A atriz em algumas das cenas mais picantes do filme, exibe seu corpo nu junto a seu parceiro, e mostra suas axilas, que mais parecem a de um homem aos 30. A mulher daquela época difere da mulher representada por Winslet, que deixa de ser dama, para ser um cavalheiro orgulhoso (trocadilho).

Vale também destacar a atuação do jovem David Kross, que interpreta Michael Berg, que em plena puberdade dos 15 anos, começa a ter relações sexuais com a mulher que o ajudara certo dia, quando este passa mal na rua.

http://roliude.files.wordpress.com/2009/02/thereader.jpg?w=374&h=226

O filme conta, basicamente, a história deste jovem, que como bom estudante e interessado pela cultura poética, sempre lê seus livros para Hanah, personagem de Kate Winslet, antes de fazerem amor. Certo dia, a mulher some sem deixar qualquer vestígio, o jovem cresce e começa a estudar direito. Orientado por um de seus professores, ele e seu colegas acompanham o processo de ex-oficiais da SS que estão sendo julgadas pela morte de prisioneiras judias.

O filme mostra a dura relação entre o amor e o amado, entre a culpa e o orgulho. Durante o julgamento, Michael começa a reviver seu passado de uma maneira que ele mesmo pode fazer mudar o futuro, tanto de sua própria vida, angustiada até então após a perda de seu grande amor, quanto deste mesmo.

Vale ressaltar um trecho do filme:

“Não tenho medo. Não tenho medo de nada. Quanto mais eu sofro, mais eu amo. O perigo apenas aumenta meu amor. Estou preso a ele, vou apenas fazê-lo crescer. Serei tudo o que você precisa. Viverá uma vida ainda mais linda do que a que tinha. Os céus a trará de volta e dirá: Apenas uma coisa pode tornar uma alma completa. E esta coisa é o amor.”

O filme chegará em Rental em Maio nas Locadoras, e será distribuído pela Imagem no Brasil.


Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica ‘The Unborn – Alma Perdida’

6 03 2009

Atenção, este filme é contra indicado para todas as pessoas.

Brincadeirinha. Mas em parte realmente isto pode ser confirmado. Pesado. Esta seria minha definição para o filme em si, mas eu não vou apenas resumir a isto, é claro.’Alma Perdida’ veio para ficar, e vai se consagrar entre os melhores e mais assustadores filmes de Terror Americano.

almaperdida1 theunborn2

Clique aqui e assista o Trailer Legendado

Todos filme de terror, na verdade, é um drama. Há muita melancolia no próprio enredo, e as produções ainda cometem o erro de colocarem ao fundo, quase sempre, toques de piano, para tentar criar suspense nas cenas. ‘Alma perdida’ peca no mesmo ponto, o filme deixa de ser capaz, como se mostra em seis ou mais partes, e se limita à planos de fundo que descaracterizam o filme em si. Um filme que fala de Exorcismo. Assista “O Exorcista” e “O Exorcismo de Emily Rose” que você verá a diferença. O primeiro, que não é lá tão pesado assim, tem suas características psicológicas bem evidenciadas, por isso o fundo com piano se mantém, já em Emily Rose, o filme é mais medonho, mais forte, mais audaz.

Mesmo com tudo isso, ‘The Unborn’ é até agora o Exorcista da era 2000, ou, se preferirem, o melhor filme do gênero. As cenas de possessão são incríveis, não nota-se qualquer erro de efeito. Por falar em erro, por volta dos 40 minutos de filme, um homem da produção é visto no plano de fundo de uma cena, e o pior, ele estava usando uma blusa amarela, o que chamou a atenção, o homem parece perceber que poderia atrapalhar e tentar se esconder atrás de uma árvore. O diretor não confirmou se a pessoa vista era mesmo algum funcionário da Universal. Estranho!

O primeiro pôster acima, deixa algumas pessoas já chocadas. E as cenas são fortes, disto para pior. É muito bacana levar um susto assistindo ao longa, um susto que não é causado somente por um som alto, é a própria cena que nos intriga e amedronta.Veja algumas fotos:

Fiz questão de colocar as fotos um pouco grande para poder conseguir mostrar o potencial das cenas. Veja a figura abaixo, que legal:

Gracinha né!? Na história, a jovem Casey Bell não sabia que tinha um irmão gêmeo , muito menos que ele havia morrido antes do parto. A melhor maneira de descobrir é sendo assombrada pelo espírito dele, que quer assumir seu corpo.

Michael Bay, de ‘Transformers’, assina a Produção do filme. O DVD chegará em Breve, e será distribuído pela Universal.

Muito Bom !

Crítica ‘Prova de Fogo’

6 03 2009

‘Desafiando Gigantes’ continua na liderança dos títulos mais alugados nas vídeo locadoras. Os mesmos produtores  do filme embarcaram em uma nova trama, também de impressionar, emocionar e arrancar algumas lágrimas de alguns.

provadefogo

Clique aqui para Assistir ao Trailer

comprar

‘Prova de Fogo’, título Nacional do filme, lançado recentemente nos Estados Unidos, é um drama que fala de amor à família, do amor ao próximo e sobre orgulho. O filme não é chato, meloso, muito pelo contrário, ficamos presos à trama do início ao fim, mesmo sendo um filme de exatas 2 horas de duração.
No longa, o capitão Caleb Holt vive de acordo um velho ditado dos Bombeiros: “Nunca deixe seu companheiro para trás”. Em casa, sob as falécias de seu casamento, ele vive sobre suas próprias regras. Em meio à brigas, discussões e desentendimentos com a pessoa amada, e vê seu casamento por um fio. Seu trabalho como bombeiro é de resgatar as pessoas. Agora, ele terá que realizar o trabalho mais árduo.. o de resgatar o coração da própria esposa.
Um filme mágico, bonito, realista, com os pés no chão, capaz de fazer muitos homens e mulheres pensarem na vida de casado, e nas demais pessoas sobre relacionamento interpessoal. Vale a pena termos essa obra prima no acervo, e o melhor, custa apenas R$37,90.

No ícone COMPRAR, você será redirecionado ao site distribuídor do filme.

Crítica ‘Morte Súbita’

6 03 2009

Já existe muito filme de animais gigantes, que propositalmente atacam os bondosos e gentis com a natureza, os humanos. Mas ‘Morte Súbita’ se supera. O filme tem efeitos especiais de invejar os produtores de ‘Pânico no Lago’ e ‘Primitivo’.  Vale destacar e comparar também ‘Anaconda 3′, com a péssima e desastrosa originalidade.

Clique aqui e assista o Trailer Legendado

Em termos, ‘Morte Súbita’ é o melhor do gênero. No filme, um grupo de turistas e sua guia ficam presos em uma pequena ilhota em uma parte de um riacho. Um dos turistas é atacado pela fera, e os demais ficam apreensivos em entrar na água e atravessar o trecho até chegar à margem. Entre saídas e idéias mirabolantes de salvação, a equipe vai tendo alternativas para sair de tal situação, e o filme retrata claramente o desespero do homem em situações de perigo. O famoso ‘agir sem pensar’.

O filme peca no roteiro, isso fica claro. As melhores cenas são as cenas de aparição do monstruoso crocodilo gigante, que assusta e nos deixa aflitos. Deixem Anacondas, Cobras e outros jacarés de lado e assistam este filme. Vale a pena.

Crítica – O VIZINHO

28 02 2009

Samuel L. Jackson fez bem. O ator em papel de malvado enrustido no Suspense “Lakeview Terrace” conseguiu convencer. O cara só não é mais chato porquê não está mexendo conosco, pois eu, no lugar do vizinho de Abel, personagen de Jackson, já teria perdido a cabeça.

https://i1.wp.com/www.moviezeal.com/wp-content/uploads/lakeview-terrace.jpg

A história é leve. Jackson interpreta um Policial cabeça dura, que vive com suas angústias por ter perdido sua mulher e ter ficado por conta de criar os dois filhos. É claro que o quarentão gostaria de ter outra vida, mais divertida, ao invés de ter que ensinar os “modos” principalmente à sua filhinha adolescente em crise. Certo dia, um novo casal chega ao Condado, e passam a morar na casa ao lado de Abel.

A relação dos personagens começa tensa, quando luzes de segurança partindo da casa de Abel começam a atormentar o sono do novo casal recém-chegado. Buscando solucionar o problema, Chris, personagem de Patrick Wilson (Ao Entardecer), tenta convencer Abel de desligar as luzes, o vizinho deixa de lado as boas vindas e retruca com insultos e ironias, deixando clara sua posição preconceituosa quanto ao relacionamento inter-racial.

https://i1.wp.com/www.collider.com/uploads/imageGallery/Lakeview_Terrace/lakeview_terrace_movie_image_patrick_wilson_.jpg https://i1.wp.com/www.reelmovienews.com/images/gallery/lakeview-terrace-picture.png

A partir daí, a relação irônica (literalmente) dos dois começa a ficar cada vez mais conturbada. Como quase todo filme Policial sempre conhecemos o tira corrupto, neste filme não é diferente. Há alguém que se diz ser um, e na verdade é outro. E é aí que o filme se concentra, na bipolaridade do personagem principal. E não pensem que estou contando o fim do filme, pois não estou. A cena final é legal, e dá um desfecho digno ao longa. Mas confesso ter ficado entediado em meio à farpas daqui e falas intimidadoras de lá. Contudo, vale a pena!

* Antes de Patrick Wilson, o ator Ashton Kutcher (Efeito Borboleta) foi cogitado para o papel.

Tamanho originalTamanho originalTamanho original

O mais novo filme de tôtó chegou aos cinemas Brasileiros na última semana e já está em Pré-Venda da Disney.

“Perdido pra Cachorro” é mais um filme de cachorrinho clichê que encanta a garotada. Aliás, isto se encantadar, pois o filme não apresenta nada de novo, além dos próprios personagens. Suas fórmulas repetitivas já foram vistas em antes, e até mesmo em filme de outros tôtós como “A Dama e o Vagabundo”.

Apesar de tudo, o filme é legalzinho, bem legalzinho (zinho).O filme conta a história de uma cachorrinha Chihuahua de raça, chamada Chloe (voz de Drew Barrymore). Ela vive em Beverly Hills e é uma perfeita patricinha, que usa botinhas, roupas de marca, sempre combinadas, acessórios brilhantes e gosta demais de sua vida de luxo.

Sua dona, a milionária Vivian (Jamie Lee Curtis), acaba tendo que fazer uma rápida e importante viagem de negócios, e não pode levar seu bem mais precioso. Como não consegue achar nenhuma babá para tomar conta de Chloe em sua ausência, ela resolve deixa-lá com sua irresponsável sobrinha, Rachel (Piper Perabo), que decide viajar com as amigas para o México e levar a Chihuahua junto, sem a tia ficar sabendo.

O problema surge quando Chloe desaparece no México e acaba indo parar em uma rinhas de cães na Cidade do México. É então que entra em ação Papi (voz de George Lopez), um Chihuahua vira-lata, que trabalha com o paisagista na casa de Vivian. Ele é apaixonado por Chloe e quando descobre que sua amada está em perigo, parte com seu dono, Sam (Manolo Cardona) e Rachel em busca da cachorrinha. Presa, Chloe conhece um pastor alemão chamado Delgado (dublado por Andy Garcia), que promete ajuda-lá a voltar para casa e também a protege de bandidos querem sequestra-lá.

O filme está em Pré-Venda para ser entregue, junto com o Nacional “A Mulher do Meu Amigo”, no dia 24 de Abril, nas locadoras. O preço: R$115,40, de ambos.

*Em Sell Thru a distribuídora oferece a continuação do engraçadinho e muito bem alugado “Snow Buddies”, o filme se chama agora “Space Buddies – Uma Aventura no Espaço”, e custa somente R$39,90. Estão a venda também “Paranóis Americana” e “Control”, ambos por R$29,90.

Assista ao Trailer de “Perdido pra Cachorro” Dublado.

O Dia em Que a Terra Parou

Keanu Reeves está de volta, e após emplacar vários sucessos, dentre os mais conhecidos  “Matrix” e “Constantine”, o valentão do cinema chega mais acuado, mais lento e menos audacioso e prepotente.

O Filme apresenta um elemento que não gosto, que nada mais é que uma falta de introdução. A maioria dos filmes de Suspense e Terror começam com um susto nos primeiros minutos e depois inicia-se a calmaria, até que os próximos acontecimentos seguidos desta introdução assustadora são colocados à mostra novamente dando sequência à trama. Neste filme não é diferente, porém o mesmo teria ganhado mais peso e temor se mostrasse, antes do caos, a calmaria da vida dos seres humanos, suas rotinas e modos de viver.

O que percebemos é que desde o início o diretor se preocupa em mostrar como o ser humano está maltratando o planeta Terra, e o quanto isto pode gerar más consequências à nós mesmos. Em um filme com habitantes alienígenas, temor à guerra entre mundos, descobertas sobrenaturais, manter um enredo voltado à um único fator (ser humano maltrata o planeta e deve ser punido) seria praticamente a gota d’água.

Na verdade, o filme só não se torna mais chato porquê possui efeitos especiais bastante inovadores. A falta de ação no filme poderá deixar muitos fãs do gênero ficção chateados, mas ao contrário de “Fim dos Tempos”, este mostra nexo do início ao fim. A história por si só é boba, e o filme poderia retirar da situação de invasão alienígena um pouco mais de medo, pressão psicológica e efeitos, como foi o caso de “Independence Day”. Para falar a verdade, a única cena que me fez dar um pulo e deu gostinho de quero mais foi aos 39 minutos de filme, onde uma situação realmente inesperada acontece e efeitos especiais mostram seu potencial.

Há um outro lado na história que o filme quase deixou escapar. O enredo demonstra que dentre as duas raças: Humanos e Alienígenas, nós somos os menos desenvolvidos. Mas este pensamento é confrontado pelos próprios personagens, principalmente pela figura representata pelo Presidente dos EUA, que mesmo tendo este pensamento em mente, e sabendo que o mal que os Humanos mesmos plantaram poderia resultar no fim do mundo, continua com suas ações patéticas, pensamentos patrióticos e ações que por ventura levariam justamente à extinção da vida humana no planeta.

O filme não mostra em geral o caos, pois a maior parte do tempo as câmeras se dirigem à personagens militares, do governo e à cientistas, onde a preocupação em resolver a situação de invasão Alien se sobressai ao pânico e ao temor da morte. A população é deixada de lado, e aparece em poucas cenas, somente para não se deixar realmente de lado.

“O Dia em Que a Terra Parou” é bom, mesmo não apresentando nada de novo do que já vimos em outros filmes e lemos em diversos livros de ficção. O resultado pode decepcionar os mais anciosos para conferir o filme, mas vale a pena ver alguns efeitos especiais.

Tamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica – “Sob A Luz da Fama: O Poder da Paixão”

11 01 2009

Nada do que uma boa pesquisa para sabermos mais sobre os filmes. E hoje não foi diferente, pesquisando pela Internet, encontrei maiores informações sobre o novo filme da Sony “Sob a Luz da Fama: O Poder da Paixão”, e aí consegui entender o porquê de se ter um subtítulo.

O fato é que, na verdade, o filme que está sendo oferecido pela distribuídora com entrega em Fevereiro, é na verdade uma continuação. O primeiro filme da trama é o do cartaz acima, que infelismente não encontrei disponível para comprar em site algum. Já a continuação, que tive a chance de conferir hoje graças à uma louvada cópia de serviço, eu não resistirei, e irei comprar.

o-poder-da-paixao

O filme é muito bom, e repete a dose de “Ela Dança eu Danço” e “Honey” onde o sonho fala mais alto na vida de qualquer um, e a mistura de ritmos alucinantes deixa cada passo mais interessante, ousado e sedutor.

O filme  mostra a história de uma jovem que sonha em ingressar na maior e melhor escola clássica de Ballet dos Estados Unidos. Ela infelismente não se sai tão bem quanto suas concorrentes nos testes, e acaba ficando de fora da nova turma. A mocinha não se deixa abalar e arruma um emprego em um bar dançante, e acaba encontrando com um aluno da escola da Ballet, com quem começa a ter um romance.

Francamente, o filme é tão simpático, tão legalzinho, simples e sem reviravoltas e violências, que deixa tudo mais legal, mais fácil e harmonioso, do jeito que a vida tem que ser. Não vou dar maiores detalhes da jornada da bela jovem Parker pelas ruas de Nova York, e seu romance com Tommy, bailarino de classe. Mas o que podemos conferir é uma mistura de comédia romântica com um drama pessoal. Recomendo, é um filme menos conhecido, porém para quem gosta do estilo vale muito a pena. E principalmente para alunos de escolas de dança, que assistem à um show de perfomances maravilhosas.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Crítica – “A LISTA – VOCÊ ESTÁ LIVRE HOJE?”

9 01 2009

É engraçado o título do filme, e você sabia que esse título foi dado pelo próprio público brasileiro? Pois é isso mesmo, a Paris Filmes, empresa que distribuirá o título em DVD (R$113,50) fez uma enquete em seu site sugerindo diversos títulos para a trama, e o escolhido foi este.  O subtítulo já sugere muita coisa do que conferimos no filme, para bom entendedor, é claro.

a-lista

Pegando um gancho no nome do filme, o roteirista ainda o batizou, no original, de “Trapaça”. Aliás, eu não me surpreenderia caso os outros títulos descartados incluíssem O Executivo que se Fingiu de Amigo, Todos Mentiram pra Mim!).

Mas vamos lá. A história basicamente é a seguinte: Em meio à uma vida sem ideais, sem namoradas, sem amigos, Jonathan (Ewan McGregor) está trabalhando em uma empresa de advocacia quando conhece o simpático Wyatt (Jackman). Wyatt convida o jovem rapaz para uma partida de tênis, e mais tarde acaba esquecendo o celular com seu amigo. Sem querer, e sem coincidências (momento irônico), o celular que agora está com Jonathan toca e uma voz sedutora do outro lado questiona: “Você Está Livre Hoje?”. Jonathan até tenta explicar o equívoco, mas acaba marcando um encontro com a pessoa que está falando ao telefone, e é seduzido por uma linda mulher, que o satisfaz sexualmente.

O cinema já foi mais previsível, e a história (vou continuar), só não deu ao filme o título de excelente suspense por manter demais a “concidência” como fator essencial para a ocorrência dos fatos, e isso é muito clichê, além de fazer da história tão rica algo irreal de se imaginar.

Continuando a trama, Jonathan não resiste às tentações, e logo vai começando a descobrir os mistérios que perduram por trás daquela voz e telefonema. Wyatt sai para viajar e fica tempos fora, ainda sim deixando seu celular com o colega, que usa e abusa de diversos encontros amorosos que vão surgindo. Mas um dia, ele se apaixona por uma das mulheres com quem se relaciona, e em um encontro normal, algo dá errado. É aí que o personagem enxerga realmente o que está acontecendo e com quem está lidando.

A LISTA na verdade não passa de um clube de sexo por encomenda, onde os mais poderosos de Nova York tem acesso. A proposta era clara: Criar um thriller sexy no estilo dos filmes de Adrian Lyne (Proposta Indecente, Atração Fatal). Mas mesmo o sexo é insosso aqui, algo irônico considerando que estamos vendo um filme sobre um clube de… sexo! O espectador é ainda levado a se perguntar por que um sujeito sofisticado e bem sucedido como Wyatt, demonstraria tamanho interesse por uma criatura entediante como Jonathan – e a única resposta possível é, também, o centro da trama.

O filme é bom, é comercial e creio que será muito alugado (temos que ter essa esperança sempre), porém o filme peca por ter saídas fáceis demais de situações tensas, na qual deveria ter explorado mais a a vingança, a briga entre casal, o ciúme, traição e poder.

Tecnicamente competente (mas não excepcional), “A Lista” traz o veterano diretor de fotografia italiano Dante Spinotti investindo em uma paleta dessaturada e fria, quase monocromática, que ressalta o sentimento de solidão e isolamento do protagonista – cujas roupas tristes e repetitivas também retratam com eficiência sua personalidade.

Com um final xinfrin, “A LISTA – VOCÊ ESTÁ LIVRE HOJE” não mata a sede de quem procura nem ao menos o que deveria se tratar o filme. “A OUTRA” e “INFIDELIDADE” servem de dicas para títulos do gênero , e por sinal, melhores.

Tamanho originalTamanho originalTamanho original

Crepúsculo

http://universofantastico.files.wordpress.com/2008/05/crepusculo_filme1.jpg

O DVD do filme chega em Abril nas locadoras, adiantou a distribuídora, e a empresa ainda se colocou no pedestal em confirmar os direitos de distribuição de toda a franquia baseada nas obras de Stephenie Meyer. O comentário só realmente se deu pela Paris ter perdido a distribuição de outro grande sucesso tanto nos cinemas quando em Home Vídeo: Jogos Mortais. A primeira e segunda parte foram assinadas pela empresa; já o restante da trama que vai até o 6º filme recebeu e  continuará recebendo os créditos da Buena Vista.

“Crepúsculo” é um filme baseado em uma série de livros consagrados em todo o mundo, e dará forma à uma grande franquia de filmes. O título é mediano, e em torno de tanto “affair” pelos mais jovens, ele se torna basicamente bobo, se pensarmos na história por si só. O relacionamento de um vampiro com um humano comun exemplifica uma tendência de criar algo em comum com quem assiste um filme, por saber que alguém “normal” vive uma situação no mínimo inusitada.

O filme peca em muitas coisas, há muitas delongas antes do “ápice” de todo o longa. Na verdade, o ápice mesmo só acontece no fim, deixando o filme mais com cara de drama adolescente do que Aventura para todas as idades. Os efeitos Especiais não são o melhor do filme, o público teen, principalmente as mocinhas não estão nem aí para as cenas trash que dá movimentação e aceleração à imagem para poder parecer algum momento mais rápido, como por exemplo um barco sendo puxado por um vampiro.  Mas é mesmo o roteiro que deixa o público fanático pelo filme, é uma história clara de amor e compaixão que faz suspirar as mocinhas em busca de um romance ou um cara legal, tal como o personagem vampírico Edward, mostrado no cartaz acima.

No mais o filme é bom, e como o roteiro ganha dos efeitos ele se torna mais agradável para se assistir mais de uma vez.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Espelhos do Medo

Kiefer Southerland, o agente Jack Bauer encarna seu mais novo personagem em um terror desastroso. O longa traz a história de Ben Carson (Sutherland) um ex-policial que sofre com o alcoolismo e carrega nas costas o peso de ter causado, acidentalmente, a morte de um colega de profissão. Afastado do trabalho e da família, Ben tenta reestruturar-se e consegue um emprego como segurança de uma loja de departamentos que pegou fogo anos atrás.

O diretor Alexandre Aja está se especializando em refilmagens, já que havia dirigido recentemente a de “Viagem Maldita” e em 2009 dirigirá mais uma versão do clássico trash “Piranha”. Enquanto alguns criam, outros copiam. Sendo assim, não é surpresa alguma que Espelhos do Medo nada mais é do que outro terror fraquíssimo. O filme poderia ter se apropriado da situação de se ter espelhos à vontade para abusar dos sustos vindos destes, mas ao contrário disto, o diretor tenta mostrar uma trama envolvente, mas não consegue.

No filme, o roteiro é absolutamente constrangedor, jogando absurdos na cara do espectador sem rodeios. Em poucos minutos, por exemplo, o policial Ben Carson, o personagem principal interpretado por Kiefer Sutherland, já está totalmente convencido de que o que ele está enfrentando é uma assombração que reside dentro dos espelhos. Esta conclusão foi mais que precipitada.

A interpretação do ator é uma das poucas coisas que se salvam no longa, junto com o final, bem construído, que claro dá margem para uma continuação. No conjunto da obra, “Espelhos do Medo” consegue ser regular, mais pela atuação dos atores, do que por seu roteiro. Por R$119,90 não dá, quem sabe pelo preço de Semi-Novo.

Tamanho originalTamanho original

A aposta da Playarte Filmes para Fevereiro gira em torno do lançamento do DVD do filme “Os Mosconautas No Mundo da Lua”, lançado em versão 3D e 2D. O interessante é que o filme foi muito bem nos cinemas brasileiros, arrecadando mais de três milhões e quinhentos mil reais em 8 semanas de exibição. O formato 3D com certeza fez muitos baixinhos optarem por conferir o filme ainda na telona (não sou baixinho mas assisti também). Em DVD o atrativo do filme será o mesmo, levar as crianças e também adultos à um mundo 3D, e no espaço, o que torna tudo mais divertido. Com o filme tridimensional, o diretor abusa dos passeios com a câmera, seja no vôo das mosquinhas aventureiras ou nas tomadas da aproximação do foguete. A sensação de relevo é maravilhosa em praticamente todo o filme. É comum a visão se prender aos detalhes do cenário e esquecer do principal.

Basicamente, a história se resume a Três moscas aventureiras que se infiltram no foguete Apolo 11, onde estão Buzz Aldrin e Neil Armstrong, para poder viajar à Lua. O filme custa apenas R$59,90, e vem com 2 discos, um em cada versão: 2D que se trata do filme em exibição normal, e em 3D, que acompanham 4 óculos tridimensionais. Vale a pena comprar!

Tamanho originalTamanho originalTamanho original

Os Estranhos “The Strangers”

14 09 2008

Liv Tyler, a bonitinha elfa de “O Senhor dos Anéis” se atrapalhou toda em um dos piores suspenses que já vi.Coitado de quem assistiu ao filme nos cinemas (fui um deles =/).

https://i1.wp.com/dorkgasm.com/files/images/strangers.jpg

A história se resume à um casal que se hospeda por uma noite em uma casa numa pequena cidade e são surpreendidos por 3 visitantes que usam máscaras, e que querem de vez matar os dois. Agora, o motivo eu não sei e o filme também não me disse. Mas o pior não é isso, pois hoje em dia há muitos filmes no qual não entendemos NADA; mas este filme, para completar a situação, não possui como elemento o poderoso suspense tão anunciado. É claro que, para uma mulher, ficar em casa sozinha e escutar barulhos em sua porta não é nada normal, mas o filme é um tédio. Cena eletrizante mesmo NÃO TEM. É um porre, um saco e uma perda de tempo assistir essa coisa.

O filme pode até conseguir deixar intrigados os mais fracos para o gênero, mas enredo mesmo não possui, e muito menos lógica sensata nos acontecimentos, que se esbarram no clichê americano de filmes de Suspense/Terror. Ex: “Indivíduo tem uma arma carregada mas nunca atira, ou sempre erra o alvo”, “Uma Música alta toca toda vez que o diretor PRETENDE dar um susto no expectador”, “O telefone nunca funciona na hora que mais precisamos” etc. Todos estes elementos aparecem em peso no filme, que ao contrário de [REC] e “Violência Gratuita, não convence. Mas o que será que fez destes dois filmes citados melhores que “Os Estranhos”? Visto que em todos os três títulos os desfechos podem até ser comparados? O fato é que estes dois deixam “The Strangers” no chinelo por manterem durante todo o longa um fio condutor que prende o expectador e explora situações ainda desconhecidas do cinema atual. As histórias de “REC” e Violência Gratuita” são lógicas, e o final pode até não ser o melhor, mas convence quem assiste por já apresentar durante todo o filme os elementos que foram capazes de fazer deles bons Suspenses. O Filme “Os Estranhos” se mantêm desde o início coberto com uma máscara, escondendo de vez (ou deixando de lado) as melhores cenas, situações e fatos a serem narrados. Parece mais que o filme ficou com medo de ser muito pesado e definitivamente se tornou leve demais.

Para quem ainda irá assistir o filme, fica aqui a aposta de que ao término vocês dirão: “Tá! E daí?”.

Quando ficar sabendo do lançamento do DVD, eu volto correndo pra cá para esculhambar mais o filme, e tentar convencer à vocês de não comprá-lo, pelo menos à preço de Rental.

Tamanho original

E não é que o filme será entregue em Fevereiro pela Paris, e por um preço absurdo de R$113,50? Não vale a pena, nem por R$39,90.

Reflexos de um Bom Filme

19 12 2008

Antes mesmo de chegar às lojas, eu havia dado uma classificação até mediana á este excelente filme, isto porque ele não agradou à todos, mas está bombando em locações. Os clientes não param de pedir pelo filme, que realmente esbanja sensualidade e crescimento pessoal.

O título, estrelado pelo agente James Bond (Daniel Craig) – vice-versa- consegue prender a atenção do início ao fim, e nenhum dos clientes que já alugaram o filme o classificaram como ruim, apenas um ou outro chegaram a achar muito triste e pouco confuso, o que na minha opinião, são peças fundamentais para fazer deste um filme diferente, sem aquele toque americano de simplismo egocêntrico e drama fútil. À quem não teme ste DVD nas prateleiras, vale a pena adquirir, pois aqui, o disco não para de rodar, é reflexo de que o filme conseguiu mexer com o público.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Acabei de Assistir!

26 12 2008

ONDE TUDO ACONTECE é um filme romântico, leve e ao mesmo picante. O título é uma comédia que retrara a vida de pessoas simples, porém problemáticas (o que as torna ainda mais comuns). Me surpreendi em assistir este filme, que por sinal aluguei na loja concorrente – Acreditem, eu alugo filmes em outra locadora de ótimo porte em minha cidade.

O DVD já foi lançado há algum tempo, portanto seu preço deve estar lá embaixo, o que me possibilitará procurar por uma cópia. Vale a pena, realmente!

DVD: Pride – O Orgulho de uma Nação

19 09 2008

Quando lançou em Rental, fiquei na dúvida de adquirir este filme, mas acabei não comprando, isto por ser desconhecido dos brasileiros, já que não teve divulgação alguma por aqui. Mas ao cair para Sell Thru, não pensei duas vezes e adquirir este precioso DVD, que conta a história real de um técnico de natação, que mudou a história de quase um país inteiro, tudo por conta de um grande sonho, com muita garra e determinação.

O filme é legal, atrativo, e nos deixa furiosos, pois vemos o mal surgir e tomar conta de tudo de uma hora para outra. A volta por cima é mais que o ápice do filme, é um presente à um homem que foi capaz de ensinar à jovens pobres e sem estímulo, um novo caminho para seguir. Vale a pena comprar este filme. Custa só R$39,90, e conta ainda com as presenças de Terrence Roward (Crash, O Som do Coração) e Bernie Mac (As Panteras) que faleceu no mês passado nos EUA.

Brilhante.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

DVD: Ataque das Loiras

19 09 2008

Comédia ruim é pouco, o filme é um desastre total. Sabem aquelas comédias idiotas em que o diretor acha que somos bobos demais para acreditar na inocência de personagens que tem atuações forçadas e atitudes bestas!? Então, “Ataque das Loiras”, distribuído pela Califórnia e recém chegado ás lojas à preço de Sell Thru personifica tudo isso que disse.

O filme é tragédia atrás de tragédia, e história mesmo quase não tem. Além de tudo, tentaram colocar personagens de máfia, bandidos em meio à duas loiras burras e muito inocentes, o resultado? As loiras ganhavam tudo de letra, se tinham que matar um bandido, matavam sem serem percebidas, se tinham que fugir da polícia, fugiam depressa, enquanto isso, os verdadeiros vilões vão se dando mal cada vez mais, ao contrário das “blonders”.

É um desperdício de tempo ficar 1:40 min. Assistindo à um filminho de quinta. “Legalmente Loira” é excelente, pois não se resume em um filme que denigre a imagem das mulheres loirinhas, e sim prova o contrário, mostrando que elas também tem sentimentos e atitudes, e frescuras normais de qualquer outra pessoa. “Ataque das Loiras” é um ataque de insanidade de um diretor achando que estava fazendo um filme engraçado. Por sinal, engraçado é, pois quando acabou o filme eu ri demais da cara do homenzinho responsável por tudo, ri de dó, pois ele deve ter perdido emprego e tudo mais.

Tamanho original

Sicko – S.O.S. Saúde

10 09 2008

Acho que todos aqui já ouviram falar, assistiram ou até possuem no acervo de sua loja o famoso “Fahrenheit – 11 de Setembro”, do aclamado diretor e documentarista Michael Moore. É evidente que o diretor deste sucesso é anti-republicano, seu poder em usar argumentos convincentes é de deixar qualquer político impressionado. Michael utiliza de uma forma bem real de mostrar todos os acontecimentos ao qual ele faz crítica, o mesmo não se envolve em conversas, metáforas, ironias APENAS. Estes elementos estão em peso em seus documentários, mas no pano de fundo da história real.

O novo filme, e recém-chegado “Sicko – SOS Saúde”, segue a linha do antecessor de Michael, mas não coloca Bush sozinho contra a parede, a fórmula que o diretor utiliza nos deixa perplexos diante dos fatos constatados e impressiona, com certeza. Os EUA é visto por todos como a sociedade perfeita, não como o “sonho americano”, mas sim como “o sonho do mundo” por assim dizer. A América, como os branquinhos referem a si mesmos, é o exemplo da boa economia, dos bons costumes e excelente modo de viver, mas claro que nessas três conjunturas estão excluídos os excelentes hábitos alimentares dos americanos, seus corpos totalmente em forma e suas peles bronzeadas, sem contar seu egocentrismo.

“Sicko” deixa claro a idéia de que os Estados Unidos está longe, mas muito longe de ser o melhor país para se viver, e principalmente tratar de uma doença. Quem diria Fidel, o Cubano rival de Bush que possui um sistema de saúde exemplar comparado aos dos americanos, quem diria os terroristas responsáveis pelo ataque do 11 de Setembro que recebem melhores atendimentos hospitalares e cuidados médicos do que qualquer outro cidadão americano que necessite de uma cirurgia ou internação. É, realmente, em pleno século XXI, o que os EUA podem esbanjar mesmo não passam de poderes diplomáticos, além de deter o melhor, maior e mais lucrativo comércio áudio-visual do mundo. Fora isto, os americanos rezam para chegar à decência de Cuba, da Grã-Bretanha, da França e mais 33 países á sua frente na qualidade de prestação de serviços médicos e hospitalares.

O filme é mais que obrigatório de assistir.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Um Jogo de Vida ou Morte

9 07 2008

De acordo com uma certa conveniência que temos ao adquirir flmes, creio que o título que aqui irei descrever pode ficar fora de seu plano de compras.

“Um Jogo de Vida ou Morte”, filme lançado pela Sony Pictures e com atuações de Jude Law e Michael Caine, que está com data prevista para chegar às locadoras dia 16 deste mês de Julho é tenebroso, e, na minha opinião leva de brinde a pior atuação de Jude Law, ou a melhor se compararmos à verocidade do personagem que ele interpreta.

Vejamos, o filme se trata basicamente de dois homens que dividem a mesma mulher, aliás, quase isso, pra falar a verdade, Andrew Wyke (Caine) está se separando de sua esposa, que atualmente está tendo um caso com Milo Tindle (Law). Para conseguir se separar, a mulher de Andrew precisa do divórcio e a mesma manda o seu novo affair tentar um acordo com seu antigo par conjugal para consegui-lo. No que deveria ser uma história de impasses a respeito de um relacionamento amoroso ou até um suspense com ameaças e perseguições, seguidas de traições e revelações a respeito da vida íntima, se vê uma trama recheada de ameaças irônicas e frases de sentidos duplos, que nos fazem imaginar dezenas de coisas e que na verdade nenhuma delas é a correta. O filme em si, parece ser interessante, no mínimo intrigante, até mesmo se pararmos para pensar no título que o traz . Mas mascarando todo esse ar de suspense, estão atitudes e comportamentos hora verdadeiros e hora fajutos de dois marmanjos que gostam da mesma mulher.

Resumidamente, podemos dizer que “Um Jogo de Vida ou Morte” é indeciso em sua proposta, chato, cansativo e inoportuno, este último fator é em referência ao fim do filme, que deixaria qualquer cliente, depois de assistir mais de 1 hora de bla bla bla com muita raiva. E outra, o filme na verdade é uma refilmagem de “Jogo Mortal” lançado em 1972 e incrivelmente indicado a 4 Oscar. Mas convenhamos, quase 40 anos depois do orginal, o cinema está evoluído o bastante para se ter em mãos um filme tão Chulo, Bobo e chato; e é claro, que os critérios do Oscar daquele tempo, não são mais os mesmos.

Enfim, não aconselho a compra dese título, talvez daqui a 6 meses seje mais agradável pagar um pouco menos para se ter “MAIS UM” filme no acervo.

Uma História de Amor

9 07 2008

O pior filme de Mandy Moore. Sem dúvidas a mocinha que cativou o mundo em “Um Amor para Recordar” e outros diversos filmes que tratam os relacionamentos amorosos como algo interessante e bonito, cometeu um errinho ao ceitar o papel em “Dedication”, tíulo original. É claro que não estou julgando sua interpretação, como sempre maravilhosa, porém o filme em si em que ela teve esta participação. Quando vemos “Mandy Moore” logo imaginamos mais um filme bonito de romance para ser bem alugado. Mas este, certamente não é nem um nem outro.

O Filme fala sobre um possível (bem possível) romance entre um problemático escritor infantil e uma ilustradora de livros infantis desiludida. Pelo que me dá a entender do personagem de Billy Crudup (o mesmo da arte da capa do filme),  é autista ou algo do gênero, um homem sem amigos, sem mais familiares, sem um grande lar para se viver, mas com muito orgulho. Mandy Moore entra na história por acaso, e atua muito bem por sinal, mas não deixa a sua marca registrada no filme, pra falar sério, praticamente nem se quer entendemos o filme que mistura drama familiar, falta de amor próprio, falta de auto-confiança e liberdade.

O filme é confuso e dessa forma não é adepto à todos como “Um Amor para Recordar”. Este é denso, complicado e horas muito desinteressante, com direito à aparição de personagem dado como morto, e vale lembrar que é um personagem coadjuvante.

“Uma História de Amor” não chega a ser Romance, muito menos comédia romântica, ele mais se enquadra no gênero “chatisse sem explicação”, um filme que é feito sem pé nem cabeça, sem início, meio e fim, sem concordância  lógica com os acontecimentos e com uma historinha que vou te contar..

Deixe de lado a curiosidade de ver Mandy Moore nas telas e pense mais no prejuízo que o flme “poderá” lhe trazer.

Ao Entardecer

Perfeito. Sou um fã de filmes dramáticos, mas sou muio criterioso e até mesmo grandes lançamentos como “P.S. EU TE AMO”, “UM AMOR PARA RECORDAR” não me fizeram tirar tanto o chapéu. Existem muitos outros filmes que conseguiram arrancar lágrimas por retrarar histórias de vida, histórias bonitas e até verdadeiras. Ao assistir “Ao Entardecer”, me recordei do já lançado “Diário de uma Paixão”, já em DVD. As histórias resumidamente se parecem, porém neste filme ela é tratada de uma maneira mais ampla, agregando elementos da família, do amor e da amizade. O filme é brilhante em sua essência e a mensagem principal fica clara: “Não existe essa história de tal mãe, tal filha”. No decorrer dos anos tudo muda, os afazeres na época de nossos avós não são os mesmos de hoje, dessa forma o modo de vida conteporâneo é sempre repensado. “Ao Entardecer” é um belíssimo conto de amizade e amor que ultrapassa gerações e colide com os corações de mãe e filha. Este é o típico filme que toda mãe e avó nunca esquecerá. Mas claro, não passará despercebido nem por aqueles mais jovens que mal viveram uma história de amor.

Já Assisti !

24 08 2008

Caros leitores, como sou um fanático por novos filmes, sempre dou um jeitinho de assistir aos filmes recém chegados em nossas lojas, alguns antes, já outros não tenho a mesma oportunidade. Portanto, vou procurar postasr todas as semanas um novo filme, que, talvez ainda não foi estreado por aqui mas que quando aparecer em nossas revistas e quando for cogitado por nossos representantes, vocês logo se darão conta do que se trata. À Começar, vamos falar logo de um intrigante Suspense.

Impressionante este filme. Francamente, não vi nenhum sinal de seu lançamento pelo Brasil, tanto nos cinemas quanto em nossas lojas, acredito que o mesmo deva ser vendido ás vídeo locadoras ainda este ano, pois sua distribuição em alguns de nossos países vizinhos já aconteceu.

Normalmente, quando se lança um grande filme com atores conhecidos, logo criamos uma expectativa, sendo que às vezes, ela é mal superada; já quando assistimos à um filme desconhecido e ele nos envolve, é como se ficássemos impressionados com seu conteúdo e passamos a elogiar aquele título, este é o caso de “Pathology”, que ainda não possui título no Brasil. O filme tem como protagonista o ator que faz o papel de “Nathan” no seriado ‘Heroes”. A história basicamente, se trata de estudantes de medicina americanos que se envolvem em um jogo criado por eles mesmos, no qual em cada rodada, um dos participantes deverá assassinar uma pessoa sem deixar rastros de como o fez, deixando qualquer um impossibilitado de detectar as causas da morte.

Em meio à intrigas, sexo, traição e muito suspense, a relação de cada residente em medicina fica mais açoitada por ódio e cobiça a cada momento, transformando a amizade de amigos e promissores médicos em uma relação perigosa que pode levar até a morte deles mesmos.

É incrível a forma como o filme é audaz, audaz no sentido de não ter dó dos personagens e nem mesmo dos figurantes, o diretor não se mostra em nenhum momento apegado a nenhum dos personagens da trama, nem aos vilões, que são confundidos com os bonzinhos. O diretor se mostra mais preocupado em realizar um filme que nos chame a atenção e que cause impacto de várias formas em que assiste, do que em realizar MAIS UM filme com início, meio e final feliz. Este filme é recomendado para aqueles que possuem nervos de aço, pois cenas com sangue e mortos não são poupadas, mas muito pelo contrário de tantos outros filmes que enchem nossas prateleiras, este se mostra mais real e capaz de nos mostrar a vida e as diversas formas de como perde-la, principalmente de médicos legistas.

Assim que obtiver notícias do lançamento em DVD, volto a falar de “Phatology” aqui no site. Confira agora o trailer do filme:

O Filme do Mês de Agosto

24 08 2008

Awake – A Vida por um Fio. Este filme, de pequena repercussão nos cinemas nacionais e pouca divulgação na mídia interna, distribuído pela Playarte, é o grande filme do mês de Agosto. Recém-chegado ás lojas no dia 06/08, Awake surpreendeu todos os clientes que o assistiram, e nos fez relembrar outro título de um mesmo segmento: Fora de Rumo, com Clive Owen e Jennifer Aniston.

Sem dúvidas, há poucos filmes deste mês que podem chegar a superar as expectativas de nossos clientes, tal como “Ponto de Vista” e “Stop Loss”, porém Awake possui uma fórmula arrebatadora e consegue, com sucesso, nos fazer de bobo. Ideal para quem procura um filme inteligente e intrigante, o mesmo foi muito elogiado pelas incríveis cenas de cirurgias e procedimentos médicos apresentados, as atuações chegam perto do perfeccionismo, e como um bom filme de suspense e inteligente, é apenas no fim que nos são apresentados os verdadeiros vilões, o verdadeiro caráter de cada personagem, até mesmo do que mais sofre com todas as conseqüências das situações tidas no filme. O filme tem um elenco da pesada com Jéssica Alba, Hayden Christensen e Terrence Howard, o astro dos famosos “Pride”, “O Som do Coração” e “Crash – No Limite”.

Assisti. Recomendo. Indico. E falo mais, tenho em minha loja exatas 4 cópias deste brilhante trhiller.

Pré-Estréia de “O Procurado”

24 08 2008

Dia 19/08, às 21 hs, ocorreu no Cinemark Pátio Savassi, em Belo Horizonte, a Pré-estréia exclusiva do novo filme de Angelina Jolie e James McAvoy (O Último Rei da Escócia, Desejo e Reparação) para empresários do setor de vídeo locação de Belo Horizonte e região Metropolitana, e claro, dei o ar da graça por lá. O filme estreou ontem nos cinemas do Brasil, 22 de Agosto, o lançamento em DVD está previsto somente para Janeiro de 2009, porém em alguns países vizinhos, o mesmo estará disponível em Dezembro.

Falando do filme: Matrix, a grande saga de “Neo”, os números intermináveis, os efeitos mais que exagerados, a trama mais complicada de se entender e o talento de Keanu Reeves foram constantemente lembrados durante a exibição de “O Procurado”. Porém, este segundo, se torna mais fácil de ser compreendido, ao mesmo tempo que é mais inteligente (digamos menos embaraçoso). O diretor Russo Timur Bekmambetov não economiza nos efeitos, que impressionam e chegam a fazer os expectadores darem risada, mas o nível de perfeição das cenas e sequências do filme são invejáveis, e fazem do filme uma obra de arte, com muita velocidade, agitação, nervosismo e vingança.

Realmente, é um dos melhores filmes de ação a serem lançados ainda este ano. Quando DVD, será imprescindível adquirir mais de uma cópia, isto porque, além do talento do diretor, marcado por toda a trama, temos ainda a participação de Angelina Jolie e Morgan Freeman neste filme.

O Filme do Mês de Setembro

24 08 2008

Não é atoa, não muito atoa, que o astro deste novo filme da Sony é Jim Sturgess, meu ídolo e no qual sou fã desde o magnífico “Across The Universe”, disponível agora em Sell Thru.

Jim é de longe, um dos atores que mais vem mostrando talento e superioridade com alguns demais, seus personagens personificam pessoas do bem, às vezes, do mal ao mesmo tempo. O ator não só atua, ele vive os personagens, se necessário, ele canta, e tem voz para isso,e dentre tantas outras qualidades, seus filmes têm recebido excelentes críticas lá fora, á começar por “Across the Universe”, que explora as canções de um dos melhores, ou senão o melhor, grupo musical já existente, os Beatles.

Daqui há alguns meses, Jim dará as caras novamente em nossa loja, mas não como protagonista; seu novo filme se chama “The Other Bolyen Girl” e ganhou título no Brasil de “A Outra” e será distribuído pela Imagem Filmes, o mesmo conta com Scarlet Johanson e Natalie Portman.

Mudando o foco e deixando de vanglorizar o astro de Hollywood, vamos falar de “Quebrando a Banca”, que chega às lojas dia 17 de Setembro. Francamente, os filmes de roubos, assaltos a bancos, golpes inteligentes e formas divertidas de ganhar dinheiro fazem a cabeça do público, isso porque fogem um pouco da realidade e da forma real dos acontecimentos, mas este não, este filme é baseado em fatos reais, e resumidamente, conta a história de um grupo de alunos de Universidade americana que são pra lá de bons em contas, então, os mesmos faturam milhares de dólares nos cassinos contando cartas dos jogos, e misteriosamente acertando lances de alto valor.

“Quebrando a Banca”, por mais jovem que pareça, repete fórmulas já conhecidas em outros filmes como “Uma Saída de Mestre”, envolvendo roubo, chantagem, humor e uma boa dose de vingança. E é justamente esta última que faz de “21 Blackjack”, título americano, ser inteligente e imprevisível.

Assisti. Recomendo a compra. E digo mais, terei duas cópias deste filme em minha loja.

O DVD que você não pode deixar de ter

1 09 2008

Excluindo os lançamentos e também Sell Thru, há outras demais opções de filmes que fazem história no nosso acervo, mente aquele que diz que o filme mais novo é melhor do que os catálogos. Portanto, a partir de hoje, ao menos uma vez por semana vou indicar um título mais antigo, que pode ser encontrado até nas lojas americanas no varejo, ou nos catálogos de sua representação.

https://i2.wp.com/i.s8.com.br/images/dvds/cover/img8/267978.jpg

O Custo da Coragem (Verônica Guerin). Sensacional este filme, e não só ele mas como a maioria, ou senão todos os filmes de Cate Blanchett, e este se torna ainda mais poderoso por ser produzido por Jerry Bruckheimer, produtor de “Piratas do Caribe” e “Estrada para a Glória” e também por ser um retrato de uma história real que mudou a vida dos moradores da Irlanda. Nos anos 90, Dublin era uma verdadeira zona de guerra, com alguns chefes do narcotráfico disputando o controle da cidade. Seu adversário mais poderoso não era a polícia, e sim Verônica Guerin (interpretada por Blanchett), que investigava e desmascarava os traficantes, dividindo seu tempo entre sua família e seu dever de informar seus leitores e seu país. Seu grande esforço se transformou em heroína nacional e mudou a história para sempre.

O fim do filme surpreende à todos, e chega a fazer chorar, até mesmo aqueles mais difíceis de serem tocados por uma trama. Vale a pena conferir!

DVD : As Crônicas de Spiderwick

26 08 2008

Chegado nas locadoras no dia 06 de Agosto, As Crônicas de Spiderwick surpreendeu á todos, inclusive á mim. O filme é sem dúvidas, a melhor aventura lançada em DVD já este ano, isto porque não é tão infantil e chato como parece, mas sim um filme poderoso que ensina e ao mesmo tempo deixa mensagens positivas ao expectador.

Este filme não é como “A Bússola de Ouro” e “Os Seis Signos da Luz”, que vinham prometendo ser os sucessos entre a garotada, este se tornou sucesso não só entre eles, mas também aos adultos, que vêem no filme, elementos muito convencionais, como briga entre marido e mulher, relação conturbada com filhos etc. Certamente, quem não adquiriu este DVD, perdeu. Perdeu a chance de ter em seu acervo mais rápido possível, um título realmente prazeroso de assistir, em que ao mesmo tempo que é leve, é também conduzido por uma história capaz de cultivar à todos. O final não é bobo, como geralmente é em filmes mais infantis, aliás, “As Crônicas de Spiderwick” não chega, nem um pouco, a ser infantil.

O filme começa com um pesquisador escrevendo suas revelações num livro. Oitenta anos separam esse passado do presente onde um garoto (Freddie Highmore) e sua família chegam para morar numa casa abandonada no meio do nada.  Em pouco tempo, o pobre garoto, que deixa indícios de uma personalidade solitária, descobrirá que aquela casa guarda segredos de criaturas fantásticas que habitam as redondezas. O Bem versus o Mal será o ápice da trama, com os vilões (monstros em forma de anfíbios e répteis) tentando roubar o tal livro que revela informações importantes.

“The Spiderwick Chronicles” é uma sensacional história, e traz para a nossa TV um visual bonito, com um enredo humanamente tocante. Recomendo !!!

Fim dos Tempos e O Grande Dave

30 08 2008

Mal chegamos em Setembro, e a Fox já anunciou os lançamentos para Novembro, sendo dois filmes medianos, mas de grande procura e arrecadação nos cinemas. Como já devem me conhecer, sou muito chato para julgar um filme, e para eu poder falar que o mesmo é bom, ele tem de ser muito bom mesmo. Mas se tratando destes dois, tenho lá minhas explicações.

Se tratando de “Fim dos Tempos”, minha opinião é comum com todas as pessoas no qual pude conversar sobre o filme. Como sempre e erroneamente fazemos, esperei um grande filme, ainda mais por M. Night Shyamalan estar na direção e ser o autor de “Sinais” e “O Sexto Sentido”, filmes sem explicação, que claro, tenho em minha coleção particular. Mas, como se não bastasse, “Shyamalan” repete o fracasso de “A Dama na Água”, que cheguei a gostar, mas não como os outros filmes do diretor, até mesmo o anterior à este citado “A Vila” foi mais marcante e entediante que “Fim dos Tempos”.

O filme é chato, as mortes são forçadas, e as cenas mais parecem daqueles clássicos de suspense da década de 80, com os personagens com seus ohlos afixados e arregalados cometendo atos inseguros. Bom, a solução de todo o problema da história do filme é que fecha com chave de ouro o fracasso do Suspense chato, nada haver. Esta é a definição para a explicação que o mesmo dá ao que tudo acontece, teria sido melhor deixar sem explicação mesmo,a ssim cada uma charia o que bem lhe convem. Enfim, o filme não agradou à mim, e estou decepcionado com meu amiguinho Shyamalan, penso em até escrever uma carta (usando o Google Tradutor, rs³!) para o diretor dando uma forcinha moral diante de seus últimos fracassos no cinema. Coitadinho.

Agora é a vez de “O Grande Dave”, outro chato que acabei de assistir. Como achei o filme um porre, se for reescrever comentários, acabaria por denegrir ainda mais a imagem do título, talvez sem ter tanta razão, mas vou transcrever aqui o que já foi dito por mim mesmo em um post anterior sobre este filme. Lá vai:

O novo filme de Eddie Murphy estreou nos cinemas na semana passada e tem garantido um bom número de ocupações nas salas de cinema, é o que confirma a gerente da rede Multiplex de cinemas, que informou ao nosso site que desde a estréia em Betim/MG nesta sexta-feira, o filme superou os expectadores no mesmo período de exibição do filme “A Múmia 3″, as salas para “O Grande Dave” têm ficado com cerca de 60% de ocupação, enquanto “Star Wars: Guerra dos Clones” permanece com apenas 35% .

Fui conferir o conteúdo de “O Grande Dave”, e não me agradou. Não sei se, pelo fato de ter 19 anos, gostar de filmes mais agitados e dramas mais densos, tenha influenciado na minha crítica, mas pelo que me pareceu, o filme conseguiu agradar outros demais expectadores da sala. É claro que o filme tem um público alvo mais infantil, sendo uma trama mais boba e daquelas cheia de piadinhas.

O filme tem muitos efeitos especiais, e como quase toda comédia, tem lá seu momento dramático. O atrapalhado Dave que no início do filme passa por grandes problemas na cidade de Nova York, termina intitulado como super-herói. O engraçado mesmo são poucas cenas de humor negro, pois o filme não desperdiça a oportunidade de fazer piadas com elementos sérios, chegando a quase falar palavrões. Não consegui captar o ideal do filme, o propósito de toda a ação, pois no início, os personagens tem sua missão a cumprir, e  acabam conhecendo habitantes da Terra, e vendo neles uma certa particularidade e admirando certos atos, porém o filme termina sem que os personagens tenham tido a oportunidade de mostrar por cargas d’água estiveram na Terra, e porquê aprontaram tanto, pra nada.

Sinopse: Seres extraterrestres chegam à Terra em busca de uma saída para salvar seu próprio planeta da destruição. Esses extraterrestres têm a forma dos seres humanos, mas são muito menores. Para observar e aprender sobre a rotina terráquea, eles utilizam uma “nave espacial” que tem o formato de um ser humano comum (Murphy), que tem de aprender a agir como um humano normal.

O Melhor Amigo da Noiva

30 08 2008

Toda comédia romântica tem, durante seus longos minutos de produção, seus altos e baixos. Infelismente, “O Melhor Amigo da Noiva” ficou com os baixos no início do filme, ficando até um pouco chato até meados dos 30 minutos. Mas após isto, o diretor nos apresenta realmente o que interessa, e os momentos que dão nome ao título do filme em questão.

O filme é um pouco arrastante, ainda faltou uma pitada de sal, mas nem eu sei aonde, deve ser porquê toda a história foge muito da realidade, e seria quase impossível que acontecesse na vida real, iste fato distancia a proximidade de quem assiste o filme e o material apresentado em si. Mas mesmo assim, com seus baixos, baixos e altos (rs!), o filme agrada, tem boas doses de humor e drama. Patrick Dempsey, o protagonista, não convence em seu personagem, o filme tenta mostrá-lo como valentão, galanteador e mulherengo, mas não é isso que constatamos, o personagem se mostra muito individualista, sem rumo e solitário; dessa forma, o personagem de Patrick se apaixona pela melhor amiga, mas somente percebe isto quando está prestes a perder contato com a mesma.

Minha paixão por comédias românticas me deixou meio experiente demais no assunto, e tem filmes melhores sim deste gênero, mas este ainda me cativou bastante, mesmo sendo um pouco confuso e insólido. Alguns exemplos da discordância do diretor é o fato de querer mostrar os personagens com uma personalidade, e os mesmos se mostrarem de forma contrária, como também usar de cenário, antigos castelos e paisagens bonitas com trilha sonora atual com bandas conhecidas. Nada faz sentido, mas talvez essa mistura fez com que o filme ficasse com um “q” de diferente e maluco.

Continuo insistindo, e meus dedos no teclado não me deixam mentir que gostei do filme, mas como sou muito chato e criterioso, sempre encontro defeito, aliás, sempre não. ) Em minha loja irei adquirir este DVD que estará sendo entregue em meados de Outubro, mas se puderem esperar o Sell Thru, ele não fará tanta falta como “Jogos de Amor em Las Vegas” faria.

Tamanho originalTamanho originalTamanho originalTamanho original

Traídos pelo Destino

10 07 2008

Como já aconteceu no mês de Maio, onde todos aguardavam os lançamentos comerciais, apresentei aqui um grande filme, deixado de lado por alguns empresários e agraciado pela crítica estrangeira, este foi “Across the Universe”, que por sinal arrebentou em número de locações. Este mês, chega às locadoras o drama “Traídos pelo Destino”, do mesmo diretor de “Hotel Ruanda”, que, até hoje é obra de estudo para escolas e faculdades.

Com um elenco incomparável que traz Joaquin Phoenix (Sinais, A Vila), Jennifer Connely (Hulk) e Mark Ruffalo (De Repente 30), o diretor Irlandês volta a apresentar um belo trabalho, envolvendo um tema denso e ao mesmo tempo complexo. Este filme, explora o drama de dois núcleos familiares, em que um deles é formado por um professor e sua esposa; e já outro composto por um homem divorciado. Após um acidente, um deles perde seu filho pequeno na tragédia, e agora, cabe a cada um dos envolvidos tentar reconstruir suas vidas de alguma forma.

A trama é sugestiva, e ao mesmo tempo entra em acordo com atitudes dadas como consideráveis em momentos de alta tensão psicológica do ser humano, ou seja, podemos até nos defrontar com situações parecidas com a apresentada no filme. Em meio à uma perda familiar, somos capazes de mover montanhas para buscar justiça; e em meio à culpa, podemos fazer de tudo o possível para nos livrarmos, mesmo que isso passe por cima da nossa própria lealdade e caráter.

Comprem, assistam e não esqueçam de indicar este maravilhoso filme.

DVD “Força Especial”

29 08 2008

Extremamente horrível.

“Força Especial”, lançado pela Imagem filmes e com o preço sugerido à R$54,00 foi a gota d’água da produtora deste mês de Setembro. Sem dúvidas, o diretor Daniel Myrick, autor da façanha “A Bruxa de Blair” errou na dosagem de mistério, ação e fio condutor da trama.

O filme se começa não se sabe onde, nem quando e porquê, e termina da mesma forma, é ridículo ver os personagens atuando de maneira amadora em meio à poucos sustos e visões noturnas de fantasmas. O filme dá cansaço, a gente quase dorme e pior, nem um atorzinho se quer de 5ª categoria compõe o filme, pois pelo menos um astro aqui e ali ajudam a alavancar os projetos. O filme foi tão mal recebido nos EUA, que o mesmo não havia tido, após meses de sua estréia nos cinemas por lá, uma distribuídora para lançar o DVD. É claro o porquê, quem iria apostar em um fiasco como este ? É por isso que sigo, não podemos confiar no histórico tanto de atores quanto diretores, cada filme é um filme. Um exemplo clássico disto é o meu ex admirado Mr. Night Shyamalan.

“Força Especial” conta a história de um oficial da CIA e seu grupo, que partem para o Afeganistão e acabam tendo de enfrentar ameaças sobrenaturais. A obra estreou no Festival de Tribeca, que ocorre até domingo em Nova York, e procura um distribuidor nos EUA. “The Objective”, título americano, foi filmado nos Marrocos e custou apenas US$ 5 milhões.

Este não merece nem “UMA” estatueta de classificação.

Pré – Venda: Uma Mãe para meu Bebê

29 08 2008

Quando chegou minha revista mensal no mês passado, logo observei o lançamento da Universal para Setembro e não acreditei muito no potencial de “Uma Mãe para meu Bebê”, com atores e atrizes meramente desconhecidos dos grandes sucessos. Logo quando assisti ao filme, fiquei super impressionado, o filme é envolvente e foge dos clichês já explorados por filmes anteriores como “Os Irmãos Solomon” da Sony pictures, lançado em Rental e Sell Thru já este ano, onde os irmãos mais parecem fugitivos de um hospício, e o ideal do filme acabava sendo atrapalhado pelas características chatas e o comportamento forçado dos personagens. “Mamma Baby”, título americano para “Uma Mãe para meu Bebê” é mais que uma comédia, é na verdade um drama baseado no sonho de se tornar mãe.

O filme consegue chamar a atenção por possuir grande conteúdo particular com a vida das pessoas aqui fora, tais como a correria do dia-a-dia, as dificuldades de uma boa alimentação e as pessoas ruins que sempre esbarram em nossos caminhos. A potencialidade dos personagens em dar a volta por cima diante dos acontecimentos é totalmente bem explorada e inteligente, ao contrário de outros filmes que tudo dá errado, aí surge algo do nada que acaba solucionando o problema. Neste filme, dei boas gargalhadas, e declaro desde já que filme de comédia tem que ser muito bom para me arrancar um sorriso se quer, e este soube fazer isto muito bem. Até então, não havia adquirido o filme para minha locadora, após assisti-lo entrei em contato com meu representante e solicitei 2 cópias.

Este está recomendadíssimo. E para as lojas que têm boa procura por filmes de comédia, este filme é uma boa pedida.

Alguém Notou ?

Por acaso alguém reparou no trailer inicial exibido no DVD de “Como ela Dança” da Paramount? Se trata de um suspense chamado “As Ruínas”, onde um grupo de jovens embarcam em uma jornada para conhecer um templo antigo habitado anteriormente por tribos Maias. Porém, chegando nas Ruínas, os mesmos são cercados por um grupo de moradores do local em torno do templo que o protege, sem saída, os jovens começam uma expedição dedescoberta do local, e aí se deparam com um mal renascido do tempo.

Não vou dizer do que se trata o estranho mal desconhecido por eles, prefiro deixar como suspense, pois o legal do filme é descobrirmos durante sua exibição, senão perde a famosa graça. O filme é muito bom, porém não conseguiu dar maiores explicações de como tudo acontece e surge, mas mesmo assim impressiona, chama atenção e nos surpreende no final. Creio que o DVD seja lançado até o fim do ano.

44 responses

9 09 2008
Marcos

Ola!!! Sou fã da tua pagina e leio assiduamente. Gostaria de uma dica sua. O mês passado (agosto) investi quase 3.000 mil reais em filmes, para este mês de setembro diminui para 1.250 reais, pois minhas locações caíram quase 50% e os meus clientes não assistiram aos filmes do mês de agosto e ainda tenho os filmes que ira chegar este mês de Setembro que já fechei a compra. O que faço? devo manter a compra para o mês de outubro ou o que adquiri no mês de agosto e setembro é suficiente para manter a loja sem compra para o mês de outubro, pois tenho que levantar o caixa devido as locações baixa do mês de Agosto fiquei sem caixa. O que vc faria no meu lugar? Desde já obrigado pela atenção.

10 09 2008
Junio Rocha

Caro Marcos, a resposta para seus comentários foram enviadas diretamente à seu e-mail. Obrigado por comentar!

13 09 2008
evandro

Olá! Tenho uma video locadora e como todos do ramo tenho perdido locações, no entanto venho procurando alternativas,buscando ideias e confrontando realidades para reverter o quadro descendente que me encontro.
Pela primeira vez acessei esse site e achei super interessante, no entanto me decepcionou o fato de vc enviar as respostas apenas para o remetente pois as mesmas seriam interessante para mim também.Não seria mais util uma resposta aberta?

13 09 2008
Junio Rocha

Com certeza Evandro, muito útil seu comentário, vou passar a publicar as respostas também aqui no site, posto as mesmas aqui daqui a pouco!

Um Abraço.

13 09 2008
Junio Rocha

“Veja bem, se você gastou muito em Agosto, quer dizer que comprou muitos filmes, e como o mês teve praticamente os melhores lançamentos, sua loja está bem servida. Setembro já está aí e seus títulos ainda estão chegando, mas o m~es de Outubro reserva novidades também, e não é bom simplesmente deixar de comprar um mês inteiro. Se estivesse em seu lugar, pensaria da seguinte forma:

Se gastei 3.000,00 e não tive retorno, é sinal que talvez eu não possa gastar tanto, então nunca mais me arriscaria a gastar este valor novamente. Gastei 1.250, um valor bom, porém compraria grande tabela de Sell Thru e poucos Rental (como sempre faço). Já para Outubro, compraria “todos” os títulos em Sell Thru e compraria também o sucesso “Sex and the City”, “Jogos de Amor em Las Vegas” e Horton e o Mundo dos Quem.

Você veria Marcos que gastou menos do que imaginava, mas teria um acervo relativamente novo e bom. Só para constar, os filmes em Sell Thru que adquiri foram:

13º Andar
Ninguém Segura esta Garota
As Muitas Mulheres da Minha Vida
Asylum
Os Salsichas
Cabana Macabra
O Clube de Leitura de Jane Austen
Escolhas Erradas
Ecos do Além 2
Soldados de Sangue 2 (pois já possuo o 1º)
Como Roubar um Banco
Saindo de uma Fria
Nitro
Como Ela Dança
A Virada

Estes títulos me custaram R$448,50. 🙂

Espero ter ajudado Marcos, e qualquer dúvida ou opinião volte a entrar em contato.

Obrigado!”

26 09 2008
Fabianno

Gostei muito do que vc tem feito aqui, ganhou um fã. tenho a relação completa de novembro e inicio de dezembro, inclusive com o hancock e o viagem ao centro da terra, ta em excel me manda um e mail que te respondo enviando essa tabela.

26 09 2008
Marcos

Ola , se alguem tiver as tabelas de pre-venda novembro e dezembro se puder enviar agradeço.

Obrigado

Marcos

tekmadvdvideo@yahoo.com.br

26 09 2008
Paulo

Junio
Estou aprendendo muito contigo……..estou tendo que me adptar as vacas magras….estava acostumado com uma fase de alta e minhas compras não estão reguladas ao novo momento……Tenho locadora em uma cidade de 100.000 habitantes e localizada junto a um supermercado….sala externa…..estou pensando em agregar serviços como máquina de café, sorvete, xerox e venda de balas…..gostaria de saber a sua opinião e o que voce acha que eu posso fazer para melhorar meu atendimento………Procuro seguir suas dicas para as compras e desejo começar a disponibilizar o blue-ray também…….Meu acervo é de 2980 títulos diferentes e 3.680 cópias disponíveis………Estou em um ponto novo, aproximadamente 2 meses, tenho site e video-trailer………Procuro fazer ações de marketing em jornais da cidade…….Se quiseres saber mais algum dado para ficar inteirado da situação favor pedir……Te agradeço por ajudar os proprietários de videolocadoras, você tem muito conhecimento e senso crítico…..Um abraço

28 09 2008
Junio Rocha

Olá Paulo,

Sem dúvida alguma, a agregação de produtos e demais serviços à uma vídeo locadora, nos dias de hoje, é mais que necessária. Praticamente todas as lojas de minha cidade possuem serviços diferenciados.

Na minha loja por exemplo, tenho uma sorveteria, esses últimos dias andou chovendo bastante, então a venda de sorvetes caiu e as locações dispararam. Já nos dias calorosos, as locações são normais, mas a demanda para sorvetes cresce bastante. Dessa forma há um equilíbrio das contas no fim de todos os meses.

Sua loja parece ser muito boa, bem equipada e sofisticada. Ações de marketing são ideais para a retomada da clientela perdida com o tempo, e a adesão de novos contratos. Já sobre o Blue Ray, minha opinião será um pouco radical. Creio quenão é hora para se investir tanto neste tipo de filme. Eu tenho alguns títulos americanos com legendas em Português, porém são filmes novos, recentes, já que os títulos disponíveis no Brasil são de catálogos. Tenho somente 6 mídias Blue Ray, e 1 cliente que possui a tecnologia a disposição em casa. Não gaste seu dinheiro atoa caso não haja grande demanda. No Brasil, vai demorar e razoavelmente um certo tempo para a nova onda de assistir filmes em casa se torne popular.

Agradeço seu comentário!
Abraços.

11 10 2008
marlus

oi vc poderia me informar aonde conseguir as capinhas em portugues(arte)

14 10 2008
Marcos

Junior parabens pelas dicas !Estou lhe seguindo a risco se puder me passar por email um resumo das criticas dos filmes em pre- venda novembro dezembro agradeço muito

16 10 2008
Joao da Silva

Porque voces não comentam sobre a validade da NOTA FISCAL DA VISOCOPY….?

17 10 2008
alexandre schussler

Caro amigo João Validade da NOTA FISCAL DA VISOCOPY ? O que vc quer dizer não entendi ….. A Nota da Visocopy é nota de serviço qual problema tem nisso pelo pouco que sei o unico problema é quem compra para revender não tem como. Agora para locação não existe nenhum tipo de problema posso garantir .

17 10 2008
Joao da Silva

Nota de serviço é a locadora que tira sr. Alexandre, quem vende filmes tem que emitir nota de ICMS.. assim como as notas da Warner, Fox, Wmix, etc.. Tens alguma lei ai de SP que ampara a Visocopy na emissão de nota de serviço ??

17 10 2008
Virgínia - Vídeo House

alguém sabe me dizer se há algum site de venda de banner? sempre escuto que pelo volume de compras não tenho direito a banner, porque compro só 1 peça de cada. Deve de ter algum lugar para comprar banner, a produtora devia vender o banner, eu não incomodava de pagar. Se alguém puder me informar agradeço demais da conta. Vi o comentário da visiocopy e desa aí passo longe, minha prima que tem locadora também no interior de minas recebeu uma multa quando comprou, não sei se por conta da nota fiscal. Vou saber dela com ela o motivo certo e depois informo aqui.

18 10 2008
alexandre schussler

Caro amigo João ganhamos a causa no tribunal regional de São Paulo estamos rigorosamente dentro da legislação Brasileira vc imagina só se uma empresa do tamanho da Visocopy e de tradição no mercado de video a mais de 20 anos estaria irregular? .Imagine vc o problema que seria .

Virginia as notas da Visocopy não podem ser usadas para quem compra os produtos da mesma para revende-los aí não pode mas para locação estamos dentro da lei Braisleira .

No caso de material diferenciado a Visocopy optou em trabalhar de uma forma em que para as produtoras acredito que não seje muito interessante pois não temos nenhum compromisso com nenhuma companhia cada representante tem passe livre para trabalhar da melhor forma possível com seus clientes . Desta forma somos penalizados com os materiais diferenciados claro que recebemos sim só que num numero reduzido até porque as produtoras estão enxugando esse tipo de material . Um abraço obrigado pela oportunidade .

24 10 2008
Lidiana

Oie….hoje abri seu site e amei mesmo, minha locadora e aclopada à Lan House de meu esposo, tenho apenas 130 títulos pois começei em janeiro deste ano, tenho comprado muitos filmes Sell Thru, e como não tenho um grande acervo e nem condiçoes de comprar muito filmes por mês, tenho comprado 1 só rental e todos os outros (3 ou 4 Sell Thru), gostaria de receber seu concelho para uma iniciante que adora filmes e esta fazendo de sua diversão um comércio e como vcs gostaria de crescer muito…em fim vou esta sempre passando em seu site, amei suas dicas…Parabéns!!!!

27 10 2008
Andre de Azevedo

Caros colegas, acho que estamos prestes a sermos enganados pela distribuidora Fox. Hoje mesmo me foi oferecido como pré-venda anecipada de janeiro de 2009 o filme, digo ” o filme ” da série 24 horas, ao preço cheio de rental. Estão tentando vender uma roubada, pois, como não ouvi notícias sobre o filme e muito menos vi o trailer, estou achando que se trata do primeiro episódio da 7 temporada um pouco mais cumprido. Temos que pesquisar para descobrir mais esta suspeita de sabotagem, pois, podemos ser enganados e ser tarde demais.

Estão tentando vender a mesma quantidade comprada do filme “Os Reis da Rua”.

14 11 2008
leonardo francisco de oliveira preto

Olá, a tempos tenho seguido as dicas do site e agradeço por nos ajudar a melhorar nosso negocio, pois solidariedade em nosso ramo é raro.
E inclusive é sobre isso que eu estou comentando, é o seguinte:
A minha cidade tem mais ou menos 20.000 habitantes,tendo no centro 3 videolocadoras e sendo uma minha.
Eu possuo a locadora a 3 meses,mantendo o preço dos concorrentes,5,00 e agregando algumas promoçoes, um dos concorrentes (que possui a locadora a mais de 10 anos) sentindo-se ameaçado talvez, simplesmente apelou baixando o preço de todas as locaçoes a 2,00 (menos da metade)
A pergunta é : Existe algum sindicato ou orgão em que eu possa estar recorrendo pra denunciar esse abuso?

14 11 2008
Junio Rocha

Olá Leonardo,

Primeiramente, que abuso? Não há abuso algum em seu concorrente abaixar os preços. Na minha cidade minha loja é com preço mais barato, de R$2,50, contra R$4,00 da maioria das lojas. Cada locadora tem o direito de adotar seus preços, suas medidas e promoções, este desnível de preços é até benéfico ao mercado, para falar a verdade. Imagine você comprando um lápis, e em todas as papelarias o lápis custar o mesmo preço ? Seria um pouco chato, dessa forma, há empresas que compram seus lápis em maior quantidade, e com isso ganham descontos e repassam o menor preço ao consumidor final, levando vantagem.

Meu amigo, você está há apenas 3 meses no ramo, mas coloque em sua cabeça a idéia de que tudo que seu concorrente faz na loja DELE (há não ser colocar filmes Piratas para locação), não é problema seu (desculpe ser tão direto). Seu concorrente pode alugar filmes até mesmo à R$1,00, e não estará confrontando lei alguma, só estará levando vantagem no PREÇO. Só isso.

Este fato demonstra uma prática de disputa de mercado e de consumidor. Não há nada ilegal nisso!
Abraço!

10 01 2009
Judy

Olá!!! Parabéns pelo site. Gostaria de tirar uma dúvida. Aqui onde moro existem várias politicas de preços e a questão de uma filme rental ter que entregar com 24horas, são chamados super lançamentos. Daí me surgiu uma duvida, de quanto tempo um filme, super, deverá ter esse título. Ele deve ficar na locadora como super até ir para sell true, enquanto ele é muito procurado, ou algo mais ….. Agradeço sua atenção e desde já peço sua compreensão pois sou nova no ramo.

10 01 2009
Alexandre

Judy, quando abri a minha loja, a 3 anos, também tive essa dúvida, se existia um tempo limite para que o filme A ou B fosse classificado como Super Lançamento ou catálogo. Não sei qual é a política que a maioria das locadoras usam, mas na minha loja o que vale é o bom senso. É comum eu esquecer de tirar a etiqueta de lançamento de algum título e ser alertado pelo próprio cliente: _Pô!!! Esse filme ainda é lançamento? – Então vou lá e vejo que se o cliente realmente tiver razão, eu mudo a classificação do filme. Porém há filmes que são totalmente desconhecidos do público e podem sim, ser classificados como lançamento, mesmo tendo 1 ano que saiu para as locadoras. Tudo depende da loja. Essa semana eu adquiri INSTINTO SECRETO com Kevin Costner. O filme já saiu a alguns meses e fui até a concorrência ver a classificação. EM TODAS ele é SUPER LANÇAMENTO. Pelo menos, esse mês de janeiro, ele também será classificado como Lançamento aqui na minha loja.

11 01 2009
Junio Rocha

Olá Judy,

É como o Alexandre disse, depende de sua loja. Aqui na minha os filmes são cobrados maior preço e classificados como Super Lançamento até dois meses em que ele chegou, mas outros como “Homem de Ferro” por exemplo, saíram da prateleira de R$3,50 e caíram de preço mais cedo, pois como obtive muitas cópias do filme, ele já estava ficando parado na prateleira. Cada caso é um caso. Mas até um período de 3 meses digamos é o ideal.

10 02 2009
Tannya

Boa tarde Junior,

Saiba que desde que achei esse guia tornri-me sua grande fã. Adquiri recentemente uma pequena videolocadora e devo confessar que a leitura desse guia me tem sido de grande valia e retorno em termos de conhecimento desse mercado tão instável no qual resolvi apostar. Diante disso, resolvi recorrer aos seus conselhos. Bem , como citei no começo tenho uma locadora de pequeno porte com cerca de 1200 títulos em dvd e também ainda tem uns títulos em VHS ( acredita que alguns ainda alugam?) minha cidade e Teresópolis , RJ. Confesso que não posso lhe dar detalhes estatísticos tão fieis como você passa da sua cidade, vou ficar te devendo. No bairro onde ela está localizada existem ainda mais 03 locadoras proximas. Uma de grande porte, a outra de pequeno para medio porte como a minha e a terceira além de locadora é também uma loja de mayteriaias de informática e eletrodomesticos. Até aí tudo bem. Estamos nesse negócio ( digo estamos porque além de mim e meu marido temos um casal de sócios) desde 20/12/2008 . No presente momento nos revezamos da seguinte maneira, abrimos as 10:00 com a esposa de nosso sócio que vai até as 16:00 quando entra outra pessoa ( eu ou meu marido, que alem da locadora também trabalhamos em outros negócios. Eu num escritório de contabilidade e meu marido numa softwere house) e fechamos as 22:00. Confesso que no começo fica,os sem parametros para conferir o lucro real da locadora e apenas depois que assumimos vimos que a mesma estava muito caída. Títulos muito defasados e saturados, o faturamento mensal quando vimos era de 600,00. Quase cai para tras quando vi. mesmo assim continuamos e estmos acho que até bem pois desde que assumimos o fatuiramento passou desse valor para 1300 ae 1400. O que estamos enfrentando agora é problema com compra de mídias boas que são caríssimas e quanto a isso tenho seguido seus conselhos e optado mais pela quantidade ( afinal precisamos melhorar o acervo). Mas também temos comprado o chamados filmes top mde linha, não todos mas que dê para os clientes verem que estamos mudando a locadora e melhorando. O segundo grande problema são nossos sócios. Para que você entenda a sociedade deu-se da seguinte forma: nos entramos com o capital e eles com o trabalho. Até o momento gastamos 4000,00 reais em mídias e equipamentos para a locadora, ainda temos um custo fixo de :
465,00 aluguel
60,00 telefone
40,00 agua
80,00 velox
1250,00 financiamento
700,00 (estimado para mídias)
total de 1895,00, já deu para ver que a locadora ainda não se paga totalmente. Esse mes colocamos também alguns produtos para venda e estamos para instalar uma pequena lan house. Pois bém nossos sócios agora querem fazer retiradas, querem vale transporte, alimentação custeada pela locadora , alem de um horário fixo. Estamos optando meu marido e eu em assumirmos sozinhos a locadora para isso queria seu conselho pois vejo que você trabalha sozinho e não tem problemas. Qual seria o melhor horário para funcionarmos. Qual a melhor estratégia para trazermos mais clientes para a locadora e melhorar nosso faturamento, assim poderei sair do escritório e ficar só na locadora ( que é a minha meta). Nosso preço éo seguinte de 2ª a 4ª R$2,50qualquer filme e de quinta a domingo ouro R$ 4,00, prata R$ 3,00 e Catálogo R$ 2,50. O prazo e 24hs para ouro e prata e 48 horas para catalogos. Então junior , diante de seu vasto conhecimento desse mercado onde estamos errando, alem do fato de ser em sociedade? Você pode nos dfá uma opinião. Não quero que nosso negócio vá para o buraco e já vi que se investirmos va,os conseguir. Nossos sócios não entraram com nada, o trato foi o trabalho até a locadora começar a dar lucro. Só que não está dando certo, eles não tem o minimo enteresse e nem se importam em aprender sobre. Você é a favor da dissolução da sociedade. Help!!!!!

No aguardo e desde já um grande abraço e minha admiração!!!

Sucesso sempre.

10 02 2009
Junio Rocha

Tannya,

São textos assim que me comovem, e que me fazem NÃO DESISTIR deste espaço. Quando comprei minha loja, passei pelo MESMO PROBLEMA, porém sem a parte dos sócios, que é realmente um tiro no pé. Pelo visto, sua loja não é das melhores da cidade, mas calma, não desanime, a minha locadora quando comprei era a PIOR de minha cidade INTEIRA, com cerca de 6 LANÇAMENTOS APENAS. Isto mesmo! Quando peguei a loja tínhamos 6 filmes de ponta de valor de compra de R$109,90. O restante era somente Sell Thru. Peguei o dinheiro, comprei a vista. Pronto ! Menos um gasto. Veja que o financiamento gera um custo muito elevado à vocês, e sem este talvez as exigências dos funcionários pudessem ser atendidas. Voltando à minha antiga realidade, graças a Deus antiga, vou lhe contar o que fiz para sobressair.

Eu sempre fui uma pessoa muito correta e detalhista, e sempre tive visão dos grandes. Tenho um pouco de cada empresa, um pouco das Casas Bahia, um Pouco da Ricardo Eletro, uma pontinha da Blockbuster, um pedaço das Lojas Americanas. Em que? Em Marketing!

Quando comprei a loja, meu acervo era péssimo. Então, fiz o que você está fazendo, comprei QUANTIDADE. Gastamos muito todos os meses comprando filmes em Sell Thru e Promoções (Americanas e Blockbuster ajudaram). Os clientes querem variedade, eles podem não encontrar o lançamento disponível, mas é necessário ter outro filme de qualidade para oferecer. Os filmes em Rental eram poucos na época, cerca de 5 no máximo. Nossa média de compra sempre era superior a R$1.000 e o faturamento da loja, antes de adquirirmos era bem satisfatório, não nego.

Na sua realidade, com relação à compras de mídias você está no caminho certo, aposte na quantidade. Se lhe oferecem 5 filmes de R$12,90 e 1 de R$60,00, compre os 5 filmes. De início.Nossas compras no começo eram feitas à vista, isto ajudou a não acumular dívidas futuras.

Com relação ao marketing que comentei, eu sou muito criativo e muito sem noção também. Pego um pouco de cada loja de departamento que vejo interessante e implanto na minha locadora. Ex: Minhas prateleiras tem um adesivo com a Logomarca da loja, os copos, taças de sorvete, guardanapos, toalhas, mesas e etc têm a logo de minha loja, tudo para dar a sensação de ser algo organizado, bonito, arrojado, moderno. Entende? Mudamos há 1 ano a locadora de lugar, pintei o espaço todo de branco, que dei mais leveza ao ambiente, pintei as prateleiras de branco realçando a nova direção e colocquei uma faixa de fato escrito “Sob nova Direção”. Fizemos grande panfletagem nas imediações, o que resultou em novos cadastros e mais clientes. Promoção eu tinha, mas hoje não tenho mais, e isto não afasta cliente algum. Meu preço é R$3,50 o lançamento (3 prateleiras) e R$2,50 o restante, incluíndo séries de TV. Invista em séries de TV, é o grande “tchan!” das locadoras.

A sociedade parece não estar contribuíndo para seu negócio, aconselho desfazê-la. Trabalhe sozinha mas com entusiasmo. Faça uma lista dos filmes mais alugados e divulgue aos clientes, dê um brinde de uma locação em um sábado para o cliente que você acha que merece como um gesto de gratidão (o cliente vai abrir um sorriso de orelha à orelha), faça isto para tentar chamar a atenção e passar boa impressão.

Mude as prateleiras e filmes de lugar. Mude se possível o balcão também e toda a estrutura da loja na verdade. Faça com que os novos clientes cheguem e notem, antes mesmos de olhar para suas prateleiras que a loja está diferente. Assim o espírito de novidade já vai estar no ar, o que, agregado á novos filmes, fará o casamento perfeito.

Faça um Slogan de sua loja e comece a divulgá-lo, faça alguns panfletos com este slogan e deixe no balcão e no comércio vizinho. O slogan pode ser algo do tipo: “Locadora PLUS: É sempre uma novidade!”, “Locadora PLUS: Mais Nova, Mais Moderna, Mais você!. Não sei, algo que chame bem a atenção.

Eu não consigo lhe dizer ao certo alternativas sem VER e CONHECER de perto seu negócio, mas lhe adianto que em menos de 1 ano, você não verá grande retorno, tal como eu não via. Mas lembre-se de mim nas horas difíceis pois eu passei por dificuldades, e hoje minha locadora é referência em quantidade de lançamentos, em infra-estrutura e sistema de gerenciamento. Foi com muita criatividade, esperteza, um pouco de cópia as grandes empresas que me equiparei às melhores, graças a Deus. Não se esqueça que devido à “N” fatores, o comércio em geral passa por uma certa crise, e as pessoas evitam gastar até com o lazer e a diversão. Vai rimar mas elas preferem pagar uma prestação!.

Tannya, vou ficar comprometido em lhe enviar mais detalhes futuramente sobre como administrar bem sua loja etc. Não vou me esquecer de você, e espero que o que eu disse, mesmo estando embolado e picotado (estou na Biblioteca da Faculdade lhe respondendo), foram algumas considerações que vieram á minha cabeça nesse momento.

Eu espero de coração que você consiga MAIS sucesso, que você seje MAIS feliz e tenha ótimas realizações com sua locadora.
Abraço apertado.

*Os erros de Português serão corrigidos depois, com calma, em casa.

10 02 2009
Junio Rocha

Detalhe para os péssimos Slogans de Exemplo.

11 02 2009
Alexandre

Meus olhos enchem de lágrimas com vocês dois kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Não estou com tempo disponível para responder agora, mas adorarei debater tudo isso acima. Mas tenho que concordar que o Junio dessa vez teve 100% de minha aprovação (não que isso seja necessário kkkkkkkkkkk) e, Tannya, se me permite, também gostaria de expor mina opinião sobre o atual momento em que você vive nesse ramo. Mais só depois, pois agora estou descascando batatas!

13 02 2009
Alexandre

Tannya, antes de mais nada é com grande satisfação que li o que escreveu. É ótimo ver que ainda há pessoas que, mesmo diante das dificuldades atuais, não se dão por vencidas.

Diante da descrição relatada por você, vejo que você é uma pessoa otimista, mesmo diante da crise que o mercado vive. Mas que também cometeu erros (isso é comum, cometo os meus até hoje, mesmo a 4 anos nesse ramo). Ao que parece, você e seu esposo não dependem exclusivamente da locadora, mas estão esperançosos devido a experiência de ingressar em uma nova área. A sua loja, devido ao pouco tempo no mercado e com locadoras próximas, tem, na minha opinião, um gasto grande. E também não deve haver muitos associados. Vou parar de bla bla bla e ir direto ao x da questão:

Sociedade, onde o financiamento do projeto fique apenas por conta de um só lado é algo que não dá certo. O papel de seus “sócios” nada mais é do que funcionários. E como funcionário dá trabalho… A tomada da loja por vocês, que são os ÚNICOS empreendedores é a melhor coisa que faz!

Conselho: Não aposte em locações de VHS. Acho que é algo que desvaloriza um acervo. Porque não experimenta oferecer a seus clientes comprá-los ao invés de alugá-los? E não fique com pena de fazê-lo! Chegará uma hora em que suas fitas serão apenas espaços ocupados em sua loja.

Horário: Minha loja funciona das 10 da manhã até as 20:30, porém já cheguei a fechar 22 também, mas não crie isso um hábito entre seus clientes, pelo menos enquanto vocês não tem um “”funcionário de verdade” apto a ficar até esse horário. A não ser que a concorrência local também tenha esse horário de funcionamento. Mas caso contrário, experimente abrir um pouco mais cedo, ao menos nos finais de semana. Assim poderá fechar sua loja em torno de 9 da noite.

Compras do mês: Estabeleça um valor a ser gasto antes do início do mês. E não compre filmes apenas por que a capa é bonitinha…. compre filmes comerciais, que sabe que terá procura. Sempre veja os Sell Thru que sairão no mês. Estou sempre na Americanas dando uma olhadinha… Pesquise na internet os melhores locais para compra, requisite representantes das distribuidoras em sua loja. Hoje, devido a crise, muitas estão fazendo cadastro para pessoas físicas. É uma facilidade. Se estiver em dúvidas, peça sugestões a pessoas que participam aqui. Eu sempre estarei apto a ajudá-la.

Preço: Aqui, onde tenho minha loja, as locadoras não utilizam mais o sistema de etiquetas douradas, prateadas e de outras cores. Isso é cansativo para o cliente que além de escolher o filme, tem que ver qual é a cor referente aquele filme. Trabalho com preço único (as outra locadoras da região também). Independente se for catálogo ou lançamento. E separo meus filmes por gênero, ao contrário de muitos que discriminam os lançamentos para determinado local. Claro que os lançamento ficam com uma vistosa etiqueta verde limão nas prateleiras de cima… caso queira trabalhar com o mesmo preço das lojas concorrentes, ofereça então um diferencial, algo que elas não tem.

Procure fazer promoções que chamem a atenção, tipo pegar um sábado e colocar 5 filmes por R$ 10,00. Mas mesclando lançamentos com catálogos! Utilize som, panfletagem e todo tipo de metódo que possa prender a atenção da pessoa, do público. Se reinvente a cada dia! Use a criatividade! Mostre ao mundo que a sua locadora existe! Procure parcerias!

Um dos segredos é você fazer com que a pessoa não veja em sua loja uma Locadora Amiga, mas sim a locadora de um amigo! Simpatia, educação e agilidade são armas preciosas no comércio. Reveja seus gastos e tente cortar aquilo que não for essencial. Aposte em outros produtos, baleiros, revistas, coisas que atraiam um público, que mesmo que não for para alugar filme naquele momento, conhecerá sua loja e alugará depois.

SABE O QUE ESTABELECE A LIDERANÇA?

A CONCORRÊNCIA!

13 02 2009
Tannya

Boa tarde, Junio.

Acabei de ler seu comentário sobre filmes seminovos ( fiquei bege) mas isso é Brasil. Num momento de crise onde o Governo já até está aumentando as parcelas de seguro desemprego ( para alguns setores diga-se de passagem) por que sabe que o negócio está PRETO, aparece pessoas que não entendem ou não enchergam a situação pela qual passamos , (sendo estorquidos todos os dias) em beneficio próprio claro!!
Estamos com você!! Não se esqueça!!!
Gostaria de agradecer também pela atenção que me foi dada assim como pelo apoio. Já comecei a tomar algumas atitudes de peso na locadora e estou muito animada. Já definimos o fim da sociedade e também vou assumir a locadora em tempo integral. Aceito sugestões quanto ao horário, hoje funcionamos 12 horas por dia, mas sozinha não sei se será viável.
Continuo no aguardo de suas sugestões. Parabéns pelo site, onde já me cadastrei ( claro não iria perder essa oportunidade de ouro) e espero que tudo se resolva e que essa história de seminovo proibido não de em nada.

Quanto ao Alexandre, estou ansiosa também por suas opiniões e dicas.

Um abraço e ótimos negócios a todos!!!!!

21 02 2009
Elisangela

Olá Junior , ah e Alexandre também rs (se puder os dois me ajudarem)

Não sei se lembra de mim Junior , mas enfim abri uma locadora a 3 meses , em uma cidade de 30.000 habitantes , com mais 6 concorrentes, mas somente 2 de peso, a cidade é quase vizinha do Paraguay ( resumindo – Piratas mais acessiveis), mas mesmo assim com tudo isso estou animada, no primeiro mês foi so mesmo para apresentar a locadora a cidade , mas este mês foi bom, pelas contas esse mês a locadora começa a dar lucro , nem que seja somente 500,00 mas pelo menos ela esta pagando as despesas e sobrando um pouquinho.

Bom so comentei isso para animar os iniciantes como eu, ah também abaixei os preços (lançamentos – 3,00 e Catalogo – 2,00 , de domingo a domingo) e também “Alugue 3 catalogos e pague 5,00” o que fez com que girasse bem os filmes.

Mas estamos com deficit em filmes evangelicos e biblicos estão me pedindo muito, e não sei ainda compra-los, quero dizer so acho em sites filmes muito antigos, não sei o que sai, qual tipo de filme evangelico, tenho dois na lista para compra (Desafiando Gigantes e Deixados para trás) , mas preciso de mais, me ajudem por favor, quais mais saem nesse gênero na sua locadora , onde comprar, lembrando que so faço compras pela internet.

Ah e um comentário a Tannya se ela não ler se puder repasse, também temos dificuldades mas investimos em inovação, nossa sala é clara , bem iluminda , colocamos doces , chicletes etc, fazemos promoção , ah e um detalhe que fez a diferença , no primeira cadastro o cliente levando um lançamento ele, ganha uma locação do catalogo, outro detalhe abrimos aos Domingos das 15:00 as 20:30, so que não pedimos devoluções para Domingo, somente Segunda, mas temos varios clientes que devolvem mesmo assim no Domingo, e tudo que fizemos é o contrário dos concorrentes, outro detalhe importantissimo, sou a dona e eu que trabalho na locadora e não é pouco de Seg a Quinta das 13:00 as 22:00 de sexta e sabado das 13:00 as 23:00 e domingo o horario que mencionei acima , não é facil, mas se queremos que de certo temos que suar um pouco, o funcionario por exemplo não vai ficar preocupado se alugar poucos filmes, então mãos a obra.
A outra coisa que nos beneficiou, e ate me identifica com o Junior é que somos vizinhos de uma sorveteria que quando o movimento esta bom automaticamente o nosso também , ou seja, as vezes detalhes que passam dispercebidos fazem toda a diferença, ui tem mais ia me esquecendo , tem locadoras que colocam cartazes de filme que não chegou , nos não , colocamos so de filmes que chegaram e sempre recebemos bastantes banners, e ao colocar na porta colocamos o adesivo “JÁ CHEGOU NA CENTER” , ah tem mais fizemos um orkut da loja onde coloco trailers de filmes e mandamos recados dos que chegaram, também compramos filmes (Apoderosa) com camisetas que as vezes da diferença de 4,00 a mais e damos aos clientes do mês , por exemplo nosso sistema classifica os 10 mais, e damos sempre aos 3 primeiros sem que repita o mesmo ganhador, cliente adora ganhar, nem que seja uma bala , mas adoram rs

Enfim amigos desculpe a escrita escrevi correndo e teve conter erros de portugues , mas se puderem me retornar referente aos filmes evangelicos eu agradeço.

boa sorte e boas locações a todos

23 02 2009
Alexandre

Elisângela, você está no caminho certo. Claro que a pirataria, que chamo de “”concorrência desleal”” é um fato a ser combatido, mesmo que seja difícil. E sobre filmes evangélicos, os títulos nem sempre são fáceis de se encontrar, ainda mais se tratando de DESAFIANDO GIGANTES e A VIRADA, que são filmes campeões de vendas em qualquer loja especializada. A minha dica para comprar filmes evangélicos são procurá-los em feiras, como aqui no RJ. Camelódromos possuem vários comércios cristãos onde você encontra títulos variados e com preços mais acessíveis. A loja Americanas comercializa a trilogia DEIXADOS PARA TRÁS por R$ 9,90 cada título. É uma ótima parceira para as locadoras. Invista também em pregações. Aqui eu tenho muito do Pastor Marco Feliciano, que é o mais procurado. E esses dvds custam em torno de R$ 10,00. Então pelo preço, inicialmente você tem um baixo investimento e pode fazer um diferencial entre sua loja e as concorrentes. Crie folders de propaganda dando destaque a esses filmes. Ao menos para que as pessoas saibam que sua loja os possuem. Converse com pessoas de igrejas, compre brindes, tipo imãs de geladeira em forma de bíblia. Custam centavos e são de grande agrado. Muito bom o que tem feito com as camisas da Poderosa. A palavra Grátis é mágica e todos gostam de ouvir. Não posso me aprofundar mais no assunto por ter que sair daqui a alguns minutos. Minha lista de dvds evangélicos essenciais para uma locadora são:

DESAFIANDO GIGANTES
A VIRADA
LUTERO
INFERNO EM CHAMAS
DEIXADOS PARA TRÁS 1, 2 e 3

23 02 2009
Alexandre

[Continuando porque enviei a mensagem incompleta]

Lista:

MEGIDDO
JARDIM DO INIMIGO
JEREMIAS
O QUARTO SÁBIO
NO FIO DA NAVALHA
O EVANGELHO SEGUNDO JOÃO
SEGUNDO O EVANGELHO
UM HOMEM DE FÉ

Há outros ainda, que depois relatarei aqui, pois já deu minha hora. Sucesso a todos!

11 03 2009
Andréia

Estou iniciando no ramo de Locação de Videos e o seu site tem sido de grande ajuda.
Navegando por ele eu li sua critica sobre o filme Almas perdidas e me interressei em adquiri-lo. Estou tendo enorme dificuldade em encontrar para comprar. Voce saberia me dizer por que naum consigo encontra-lo?
Se ele esta ou naum disponivel ….
Muito obrigada!

12 03 2009
Junio Rocha

Olá Andréia..

Não se preocupe, o filme ainda será lançado em DVD no Brasil, aliás, também nos cinemas, já que sua estréia está agendada para o dia 20 deste mês.
Vai demorar um pouco, mas assim que tivermos notícias do lançamento em DVD eu corro aqui no site e atualizo ok! ? Agradeço o elogio, e continue nos visitando sempre!

12 03 2009
marlus

oi.. cade o site de vendas de semi-novos??
cheguei a ler que vc teria filmes com opçoes de 01,02,03,04,semana após o lançamento?

estamos ansiosos esperando e desejamos ser seu cliente
abrços
e parabens pelo site
marlus

12 03 2009
marlus

oi. caade os site de vendas , estamos ansiosos para se tornar cliente
abraços

13 03 2009
Junio Rocha

Olá Marlus, nosso site está em manutenção, até semana que vem estaremos de volta.

Um Abraço e agradeço muito o elogio!

10 04 2009
Elisangela

Olá junior,

acho que seria interessante você passar essa informação, fui comunicada hoje que o filme crepúsculo tera sua entrega adiada para mais 5 a 10 dias, isso para os clientes que fizeram suas compras pelas Wmix e isso na minha região, não acredito que seja em nivel maior o atraso.
Mas so uma observação, so comprava pela internet, essa é a minha primeira compra via vendedor direto, o que acha?? boa a 1º impressão não? (rsrsr)
Ficamos bem chateados pois com certeza nossos concorrentes iram receber ja esta semana.
abraços

13 04 2009
Junio Rocha

É Elisangela, é muito estranho sem dúvida alguma.
Eu mesmo recebi minhas cópias na Segunda-Feira, antes do previsto por sinal, mas não compro com Wmix.

17 04 2009
Elis

Olá Junior

acabei de receberr a informação que a fox alterou o valor do SE EU FOSSE VOCÊ 2 DE 29,90 para 116,00, infelizmente…

19 04 2009
locadorainteracao

Junior,

Gostaria de pedir sua ajuda sobre uma série.
Não sei se você tem em sua locadora a série Dexter (se não tiver compre, é certeza de bons lucros). Só temos disponivel aqui no Brasil a 1a. temporada e meus clientes pergutam diariamente quando chega a 2a. Sei que nos Estados Unidos já está passando a 3a. temporada.
Como você tem mais acesso as Distribuidoras (compro direto pela internet), gostaria, se possivel, que você se informasse junto a eles (ou a Paramount) quando vamos ter disponivel a 2a. temporada dessa excelente série.

Agradeço e parabenizo pelo blog. É meu ponto de referencia na hora de fazer os pedidos.

22 04 2009
Junio Rocha

Olá meu querido,

Muito boa sua colocação, entrei em contato com Suzana, assessora de Imprensa da Paramount e estou aguardando retorno. Também adoro a série, mesmo sabendo de sua potencialidade criminosa. rs !

Abraços

3 06 2009
Wahlter

Alma perdida será entregue em 01/07 pela Universal. A janela da Universal é bem curta, o que permite prorrogar a compra do filme Alma Perdida para sell-thru, dando preferência no terror distribuido pela Imagem (Evocando Espíritos) que será entregue no mesmo mês. A bem da verdade é que principalmente estes títulos de terror deveriam custar menos, abaixo dos R$ 50,00. Lembro ainda que neste mês de julho será entregue pela Paramount o título Sexta Feira 13, também em rental, com janela maior e certamente deveremos ter ao menos uma cópia deste filme.

3 06 2009
Wahlter

Infelizmente, deixarei de comprar bons títulos para o mês de julho, em virtude do preço alto. Tratam-se de filmes mais alternativos, de ótima qualidade, mas que também prorrogarei a compra para sell-thru, mas deixo aqui meu protesto pelo alto preço cobrado pelas distribuidoras: São eles:
Paramount: O Visitante, Katyn
Swen: Simplesmente Feliz
Imovision: Entre os Muros da Escola

É triste deixar de comprar tais títulos, mas certamente teria mais de uma cópia com preços abaixo dos R$ 50,00. Aguardarei o sell-thru.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: