Crise das Locadoras vira Notícia na Folha

24 03 2009

Como já disse um grande colega e até mais sábio que eu, “..novamente somos notícia”. Ontem, dia 22/03, foi publicado na Folha Online uma matéria especificamente tratando da queda de locações de DVD’s (originais) no Brasil. É interessante, leiam:

“Videolocadoras mudam contra a crise

JULIO WIZIACK
da Folha de S.Paulo

Nem os pornôs esquentaram os negócios das videolocadoras no país. Nos últimos três anos, o volume total de locações passou de 8,5 milhões de unidades para 4,6 milhões, 46% de queda. Esses números poderiam ser 60% maiores não fosse a pirataria.

“Também seriam superiores se a internet não fosse usada como forma de entretenimento”, diz Tânia Lima, presidente da UBV (União Brasileira de Vídeo). Resultado: 4.000 locadoras fecharam as portas nesse período. Hoje existem 8.000 legalizadas.

Pela primeira vez, a crise chegou na Brasileirinhas, principal distribuidora nacional de pornôs e uma das poucas que mantinham as vendas para as locadoras, com títulos estrelados por celebridades. Em 2008, sua queda foi de 3,5%. Na concorrência, foi superior a 50%. A frigidez desse mercado fez com que a rede 100% Vídeo livrasse seus franqueados da obrigação de oferecer eróticos.

Até a Blockbuster, ícone mundial desse segmento, enfrenta dificuldades. A rede pode entrar em concordata nos EUA. No Brasil, foi vendida em 2007 para a Americanas, que transformou suas 127 lojas em Americanas Express, tendo a Blockbuster como “extra”.

Outras locadoras seguem caminho parecido, transformando as lojas em centros de convivência e conveniência. Muitas já conseguem pagar os custos fixos com a receita da venda de outros produtos.

O aluguel de vídeos pela internet também se tornou uma opção. Sites como o Pipoca Online e o NetMovies conseguiram aumentar o lucro fazendo todo o acervo circular. Por isso, cobram menos do que uma locadora que só trabalha com lançamentos.

Novas perspectivas

Essas iniciativas estão dando resultado, mas são paliativas. Luciano Damiani, presidente do Sindemvideo, considera o Blu-ray a principal arma do setor. Esses aparelhos têm uma tecnologia que deverá impedir a reprodução de discos piratas.

Estima-se que 93 mil discos em Blu-ray foram vendidos em 2008 no país. Em 1998, quando o tradicional DVD chegou ao mercado, foram vendidos 110 mil discos. Os fabricantes de aparelhos Blu-ray tentam derrubar o preço e popularizá-lo.

A TecToy lançou o seu por R$ 999.

As distribuidoras estão avaliando outras alternativas para as locadoras. Uma delas seria um contrato de licenciamento para que elas baixassem os filmes da distribuidora, armazenando-os em seu sistema. Na hora de alugá-los, “queimariam” um DVD ou salvariam o arquivo em pen drives. O cliente poderia também baixá-lo pelo site da locadora. “Mas, como nem todo mundo tem internet e a velocidade de conexão é baixa, as locadoras existirão nesse formato atual por mais uns dez anos”, afirma Carlos Augusto, diretor da 100% Vídeo.”

Fonte: Folha Online

Interessante as palavras e dados que o Sr Julio (quase meu xará) nos disse.  Fico amedrontado quando leio certas coisas, e coisas reais, que permeiam nosso mercado inteiro. Daqui a pouquinho abrirei espaço, e publicarei aqui mesmo algumas falas interessantíssimas de alguns colegas de trabalho sobre esta matéria.

Vão.. mas voltem! ;P


Ações

Information

10 responses

24 03 2009
thiago

tudo que esta nessa materia esta acontecendo comigo. Sou de Belo Horizonte a 2 anos tinha 5 lojas. e apartir da semana que vem terei apenas 1. minha loja ja deixou de ser somente locadora a algum tempo. agora o que nao aposto e tenho quase certeza e que o bluray nao vinga!. temos que lutar contra varios problemas. agora descobri recentemente mais um. o HDD media. pra quem nao sabe o que é. deem uma pesquizada. vou listar os viloes das locadoras
1. pirataria
2. internet
3.concorencia desleal.(locadoras clandestinas)
4. tv a cabo
5. cinema barato
6. a cultura do povo brasileiro (consume produto de baixa qualida e acha vantagem nisso)
7. o preço dos filmes.
8. bluray (formato muito caro para os padroes brasileiros.)
9. filmes pornos ja quase nem alugo pois na internet tem sites tipo (xvideos,pornotube,redtube,yuvutu etc…)tudo de graça.

fato: somente estao ficando no mercado os donos de locadoras que nao pagam aluguel de loja e possuem menas despesas.

Se vc quizer sair do prejuizo e talvez obter algum lucro. devemos realmente nos tornar uma loja de conveniencia. tipo locadora , lanchonete, lan house, sorveteria. dica invista em games, traga o publico jovem (aqueles do orkut e msn) de volta pra dentro da loja quem sabe ele nao alugue um jogo ou um filme, talvez compre um refrigerante ou compre pelo menos um chocolate.

um abraço a todos.

25 03 2009
Junio Rocha

Thiago é entristecedor seu depoimento!

Onde fica sua loja em BH ? Fico o dia todo aí, quem sabe um dia não lhe faço uma visita! xD

25 03 2009
edson sc

quem mora em cidade grande, é complicado saber realmente o q realmente acontece com o mercado de video, mais precisamente locação, pois são muitos concorrentes e não tem como saber se a queda do movimento em sua loja é por motivo de uma queda geral ou se sua loja nao está agradando a clientela com serviços e produtos. Bem, moro e tenho minhas 02 lojas em uma cidade de +- 10 mil habitantes, sendo q tenho apenas mais 01 concorrente, então 03 lojas; e este está tão apreensivo qto eu, pois mes a mes, vemos nossas locações cairem e temos a mesma conclusão, estamos perdendo nossos clientes pra internet e pirataria…etc. Hoje, quem tem uma internet com velocidade acima de 1 mega, só vai na locadora alugar filmes porque não sabe onde procurar ou naõ tem pasciencia de esperar terminar o download, o q logo logo tbém nao será problema, pois já há alguns sites q estão disponibilizando filmes q pode ser vistos como se ve videos no youtube, como cada ano q passa a internet fica mais rápida e acessível, é só somar 1+1. Ahhh e o pior, com qualidade de som e imagem semelhante ao dvd. Já tomei minha decisão e não vou ficar acreditando em papai noel, pois o bluray de hoje é o dvd de 12 anos atrás, não vou fechar minhas lojas, estou usando elas pra alavancar outros negócios, pois acredito q se nada for feito com relaçao a preços das mídias, janelas de lançamento, bloqueio de download de filmes protegidos por direitos autorais; daqui dois anos, não será mais possível viver somente de locaçao de filmes, me dói muito expressar isso, mas aos meus olhos é a realidade, por isso já segue a dica, de mim, thiago e tantos outros; diversifiquem……

25 03 2009
Leandro

É triste mais essa é a realidades de varias locadoras inclusive a minha, se até o final do ano continuar do jeito que esta, vou mudar de ramo, não temos como competir com a pirataria e com a internet!

26 03 2009
Talau

Idem a tudo o que foi descrito acima. Com UMA RESALVA… Nao apostem em LAN HOUSE.
MOTIVOS: observem ao seu redor. Aqui na minha cidade, shooping tem net de graça na praça de alimentação. Lojas de lanches tem ambiente com net. Postos de gasolina tem internet sem fio. Agora, as praças publicas teram net de graça.
So nisso ja perdesse uma quantidade enorme de potenciais clientes, sejam vendedores que usavam as lans para descarregar pedidos, sejam pessoas que gastam o tempo livre com msn, orkut etc..
O que sobra sao os clientes que NAO TEM NOTEBOOK. Ou seja, os de menos poder aquisitivo. Por isso, a hora da lan, na minha cidade nao passa de 2,00 (as melhores) e chegam a 0,99 em algumas mais simples.

Quanto aos jovens que se reunem para jogar game em rede, já é sabido que os distribuidores e ou fornecedores de games, estao disponibilizando os jogos de GRAÇA na net, com algumas funções BLOQUEADAS. Para ter acesso a determinadas funcoes, tem que comprar uma revista na revistaria e raspar uma cartelinha com ums codigos. Ou seja, eles (games) já estao se mantendo longe da pirataria, deixando os games de graça na net.
Alem do que, esses frequentadores de games, sao os potencialmente mais “problematicos”, devido a idade, etc..etc..
Por isso, me desculpe a sinceridade, nao acredito em LAN HAUSE.
Parabens a quem esta conseguindo se manter nesses mercados (locadoras ou lan hause).
Abraços
Talau

26 03 2009
Junio Rocha

É verdade Talau, aqui mesmo tentamos alavancar uma Lan, mas como o Bairro é um pouco… elitizado, a coisa soou como algo meio pertubador, estranho sei lá. Tiramos, implementamos outras coisas e estamos razoáveis.

30 03 2009
Amelia

Sou assinante da netmovies e alugo filme todo dia! Amo filmes e seriados e jamais deixaria de alugá-los, mesmo baixando da internet. E também compro aqueles que são os meus favoritos. As locadoras de lojas estão perdendo espaço para as online por causa do preço. Sou sócia de algumas, mas raras são as vezes que alugo. Se cobrassem mais barato, alugaria mais. Exemplo: uma locação de um filme lançamento custa +- R$ 6,00 enquanto no meu plano da netmovies custa menos de R$ 1,00. Deveriam fazer assinaturas como a netmovies, por exemplo, assim alugariam mais. Uma colega tem um plano desses numa locadora perto da casa dela e assim aluga todos os dias. A locadora está sempre cheia e o cliente satisfeito. Um filme rental é caro, sei disso, mas ao invés dos donos de locadoras pensarem no retorno do investimento a curto prazo, deveriam pensar no a longo prazo, mas duradouro. Aliás, esse é o mal do comerciante brasileiro: só pensam no retorno imediato.

1 04 2009
luwile

Pergunto: Porque as produtoras não exigem das autoridades que se faça algo pelo mercado de video?
O sistema usado pela UBV não funciona, pois é sabido que a policia local recebe propina. A UBV comunica a policia local para fazer a vistoria. Quando ela chega não encontra nada..Acho que estamos chegando ao fim. É uma vergonha!

29 04 2009
thiago

olha isso

MORO EM planaltina DF a 4 anos atras eu tinha carro novo casa tudo a locadora fazia em media de 800 locações por semana a 2 Reais
agora eu estou quase passando nessecidades atolado em dividas perdi carro casa e mau consigo pagar o aluguel da loja a media d Locação e de 80 por semana a locação caiu 90% e aki nao minha cidade pirata ta 2 reais e niguem faz nada

3 06 2009
Jean Alli

Sou proprietário à 20 anos de uma videolocadora em MT, já tive 3 filiais e locadora de videogame. Tinha carro do ano, casa própria, dinheiro no Bolso até a chegada da Pirataria. Hoje me encontro morando com meus Pais, sem carro e casa e me sobra 200,00 por mês de lucro, perdi tudo que tinha. Tentei por várias vezes vender a locadora por um pequeno preço, mas infelizmente ninguém comprou(ou felizmente). Agora a única saída será agregar valores em minha locadora, como sorvetes, lan house, café expresso. Irmãos, não vamos desanimar, temos que buscar alternativas para continuar acreditando que um dia isso irá mudar, pois tenho certeza que todos amamos essa profissão e queremos continuar com ela. Fiquem com Deus irmãos e acreditem que tudo vai mudar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: